Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Compras de Páscoa na última hora animam empreendedores em Belém

Procura por ovos de chocolate dispara nos últimos dias antes antes da data

Eduardo Laviano

A chegada da Páscoa faz crescer a expectativa de empreendedores do ramo de chocolates em Belém, com muitos pedidos sendo feitos de última hora. Para Rose Ribeiro, que trabalha com a venda de ovos de páscoa de colher, que são abertos e recheados, abril é um mês de faturamentos acima da média. Só em 2022, o número de pedidos já é 20% maior do que os recebidos em 2021

"Está dentro da expectativa, mas deve crescer com a semana da páscoa. O povo deixa para comprar muito em cima da hora. A partir de quinta-feira aumenta muito a procura, é impressionante", conta ela, que no ano passado chegou a receber pedidos até mesmo no sábado de véspera da Páscoa. Rose aceita todos os pedidos enquanto durarem os estoques de insumos necessários para a produção, como o chocolate. Ela chega até a deixar ovos de reserva prontos para garantir que os clientes com pedidos tardios não fiquem sem chocolate na manhã de domingo. 

Com a inflação alta no Brasil, a intenção de compra dos brasileiros na Páscoa caiu 6,7% este ano, em relação a 2021, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar). Ribeiro conta que tem conseguido segurar os preços diante do cenário econômico nacional, mas tem consciência de que esta não é a realidade de muitos empreendedores.

"Os nossos ovos custam entre R$37 e R$47 mas temos a vantagem de produzi-los em casa. Não tenho essa questão do aluguel a pagar todo mês, que é algo que pesa para alguns doceiros que têm a loja física", afirma. 

O namorado de Rose, Eduardo Oliveira, administra a parte financeira e de entregas do negócio. Para ele, a nova configuração socioeconômica do Brasil após a pandemia de covid-19 trouxe novos desafios, mas também preços altos.

"A barra de chocolate foi o principal aumento entre os insumos, acima de 25%. Como é a base do nosso trabalho, estamos pesquisando mais, buscando novos fornecedores. Mas a gente vê que muitas pessoas não deixam de pedir, mesmo que seja uma cesta de café da manhã, doces menores com recados. Os clientes costumam cortar muitas coisas mas percebo que quem tem filho faz questão de pedir ovos de páscoa", avalia. 

Para o presidente do Ibevar, Cláudio de Angelo, a retração observada pela pesquisa reflete o fim do auxílio emergencial pago pelo Governo Federal, que impulsionou diversos setores do varejo em 2020 e 2021. 

De 2019 a 2020, a queda foi 48,3% por conta da pandemia. As necessidades e prioridades das pessoas mudaram, e assumindo que os itens sazonais de Páscoa são supérfluos, podem ser deixados de fora dos orçamentos”, disse Claudio Felisoni de Angelo, presidente do instituto.

Na opinião de Marcília Araújo, que produz ovos de páscoa entre R$35 e R$55, a data é uma oportunidade para ampliar o caixa do negócio. "Eu até ano passado só aceitei pedido até quinta-feira mas esse ano já avisei nas redes sociais que receberei até às 18h de sexta. Sem aumentar valor. Temos que aproveitar a Páscoa e o Dia das Mães porque as coisas não estão fáceis. E eu gosto, amo o que faço. Então quanto mais pedidos, melhor", diz.

Renan Rocha também faz ovos de páscoa e conta que a procura está alta, mas que na sexta-feira (15) ela estará ainda maior.

"Tem gente que é indecisa ou acaba esquecendo. Acabei de me preparar comprando mais embalagens e mais chocolates. Sempre vem gente de última hora. Estou animado e gosto muito quando vendo os pedidos de última hora e agradecem, elogiam o sabor. Elogiam o esforço de receber o pedido mesmo com ninguém mais aceitando. A gente fica muito cansado nessa época mas é muito gratificante", diz.

Palavras-chave

Empreenda +
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!