Montagem sobre a vida sexual de Arthur Aguiar vira meme nas redes sociais

Jornalista Leo Dias montou uma apresentação para ilustrar os romances e traições de Arthur Aguiar

Redação Integrada

A vida sexual e amorosa de Arthur Aguiar continua rendendo fofocas e risadas nas redes sociais. Enquanto algumas celebridades negam, outras confirmam e o público ri de tudo com centenas de memes criados por causa do gráfico criado para ilustrar os inícios e términos de romances do artista. O gráfico foi criado pelo colunista do portal Metrópoles, Leo Dias.

As risadas começaram pelo formato do gráfico que foi comparado ao feito por Deltan Dallagnol na Lava Jato contra o ex-presidente Lula. 

“Postei e dormi. Quando eu acordei, meu celular já tinha milhões de notificações. Neymar, Rafael Zulu e Bruninho já tinham até comentado. Um pena que, de verdade, nunca tenha ficado com nenhum deles”, afirmou David Brazil para Leo Dias.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

QUE ABSURDO GENTE!!! É FAKE NEWS! 😢😢😭😭DEUS ME LIVRE MAS QUEM ME DERA TER ESSE CUUUUUUUUUUUUUURRICULO 🙏😍🔥👿

Uma publicação compartilhada por David Brazil (@davidbrazil) em

O humorista Whinderson Nunes escreveu no Twitter que até ele ficou com Arthur Aguiar. “Como assim o Arthur Aguiar ficou comigo e eu não sabia?”. Otaviano Costa também postou sobre a situação: “Arthur Aguiar me pegou. #QueroMeuNomeNaHistoria”.

 

 

O PowerPoint de Leo Dias mostrou que o currículo pegador do global começou quando ele era estrela da novela Rebelde, da Record. Na época, ele namorou ao mesmo tempo as atrizes Pérola Faria e Lua Blanco. Quando soube que dividia o mesmo homem com a colega, Pérola terminou a relação.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA