Belém ganha mostra especial de aniversário de 405 anos

Capital paraense recebe também a exposição Coletividade Negra

Redação Integrada
fonte

Até 29 de janeiro, o Arquivo Público do Estado do Pará (APEP) sedia a mostra "Belém, 405 anos de História e Memória", que traz documentos históricos importantes. A visitação é das 8h às 14h e, de acordo com os protocolos de saúde, será permitida a entrada de até duas pessoas por vez e o uso de máscaras é obrigatório no espaço.

Até dia 1º de Fevereiro, a exposição virtual Coletividade Negra conta com os trabalhos de da fotógrafa Márvila Araújo, e do artista visual Luciano Feijão disponíveis para visitação. A abordagem dos dois artistas traz à tona temáticas como africanidade, diáspora, ancestralidade, lutas, religiosidade. A mostra tem acesso gratuito no site do Museu Vale.

O público pode conferir uma visita virtual guiada da mostra “Beatriz Milhazes: Avenida Paulista”, que reúne cerca de 170 obras dessa artista produzidas entre 1989 e 2020, incluindo algumas inéditas, entre pinturas, esculturas, colagens e gravuras. A exibição virtual reúne obras que estão expostas na sede do Itaú Cultural e no Museu de Arte de São Paulo (Masp) e pode ser assistida gratuitamente no site itaucultural.org.br. A exposição segue disponível até 30 de maio.

Exposições
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!