CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Profissional 4.0 precisa estar conectado a várias áreas do conhecimento

Para trabalhar com tecnologia, além de formação específica, é preciso saber dominar habilidades não-técnicas, as chamadas "soft skills"

Elisa Vaz

As revoluções tecnológicas provocam embates dentro do mercado de trabalho, criando a necessidade de adaptação constante a todos os envolvidos no processo. A chamada "Indústria 4.0" é tida como um paradigma de produção desenvolvido nas empresas, resultado da quarta revolução industrial, que trouxe como marca o avanço na relação entre homem e máquina.

Para fazer parte desse processo produtivo, no entanto, é preciso ter um perfil.

Beatriz Carvalho, analista sênior de recrutamento e seleção, diz que as profissões consideradas 4.0 são todas aquelas que englobam tecnologias como robôs autônomos, inteligência artificial, internet das coisas, big data e computação em nuvem. Alguns exemplos são as funções de cientista de dados, analista de big data, desenvolvedor, programador, técnico e engenheiro de robótica, técnico e engenheiro de metalmecânica ou eletroeletrônica, analista de redes, engenheiro e técnico de automação, engenheiro da computação ou analista de TI (com foco em internet das coisas ou inteligência artificial), entre outros.

Mesmo seguindo a lógica da indústria 4.0, a área de atuação não é o mais importante, segundo Beatriz. "Independente da sua área de atuação, é preciso estar conectado com as novas tecnologias. Cada vez mais, funções repetitivas e operacionais serão delegadas às máquinas, enquanto nós focaremos em funções que exigem profundidade de análise, criatividade, empatia e colaboração.

As chamadas ‘soft skills’ (habilidades não-técnicas) serão cada vez mais importantes dentro do mercado de trabalho: autoconhecimento, resiliência, empatia, comunicação, criatividade, inovação.", pontua. "Mesmo se a pessoa atua em uma área técnica ou administrativa, essas habilidades são muito importantes para que ela possa transitar em um mercado de trabalho cada vez mais complexo e tecnológico. É preciso utilizar a tecnologia em nosso favor, sabendo usar as ferramentas certas para realizar o trabalho operacional e repetitivo, fazendo com que sobre mais tempo para se concentrar em atividades que requerem análise e estratégia", destaca a especialista no mercado.

CURIOSIDADE

Beatriz Carvalho explica que essas profissões lidam com o que há de mais novo em termos de tecnologia, e que, além do conhecimento técnico e das soft skills, espera-se que o profissional 4.0 seja um "eterno curioso".

"Como, atualmente, as tecnologias avançam muito rápido, é preciso estar conectado e atualizado com relação às mudanças e novidades, para aprender novas habilidades à medida que tecnologias ou ferramentas vão surgindo", destaca. Mas, de acordo com a analista sênior, isso também se aplica a profissionais que não ocupam posições consideradas 4.0, que precisam estar conectados e devem desenvolver novas habilidades à medida que as suas atuais vão se tornando desatualizadas.

Perfil do trabalhador 4.0

(Marcio Euclides)

PRINCIPAIS HABILIDADES

✔️ Autoconhecimento: ser curioso e buscar novos conhecimentos por conta própria;
✔️ Resiliência: mesmo nas dificuldades, não desistir e se adaptar aos novos ambientes;
✔️ Empatia: ter a capacidade psicológica de se colocar no lugar de outras pessoas;
✔️ Comunicação: saber se expressar e dialogar com colegas de trabalho;
✔️ Criatividade: capacidade de criar, inventar e ter ideias originais;
✔️ Inovação: explorar novas ideias e usar as tecnologias a seu favor.

PRINCIPAIS ÁREAS DE ATUAÇÃO

✔️ Cientista de dados;
✔️ Analista de big data;
✔️ Desenvolvedor;
✔️ Programador;
✔️ Técnico e engenheiro de robótica;
✔️ Técnico e engenheiro de metalmecânica ou eletroeletrônica;
✔️ Analista de redes;
✔️ Engenheiro e técnico de automação;
✔️ Engenheiro da computação;
✔️ Analista de TI, com foco em internet das coisas ou inteligência artificial.

Reportagem
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!