Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Com Mangueirão interditado até fevereiro, jogo entre Remo x Tapajós segue indefinido

Em reunião nesta segunda-feira na sede da FPF, o titular da Seel, Arlindo Silva, informou que Mangueirão reabre só em fevereiro

Redação Integrada

O Mangueirão será liberado para realização de jogos somente em fevereiro. A informação é do vice-presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Maurício Bororó, dita após reunião nesta segunda-feira (14). Isso vai tumultuar a tabela do Campeonato Paraense de 2019, uma vez que alguns jogos marcados para Belém vão precisar ter as datas modificadas. Um desses é Remo e Tapajós, antes marcado para 20 de janeiro, o jogo inicialmente foi adiado. A proposta da FPF é que a partida aconteça no dia 9 de fevereiro no Mangueirão e, provavelmente, com público reduzido. 

Antes, o Remo joga com São Raimundo dia 26, em Santarém, iniciando o Parazão na segunda rodada. Depois, segundo proposta da FPF, o Leão da capital iria seguir para Tucuruí, onde enfrenta o Independente dia 31, pela terceira rodada da competição. No entanto, o presidente do Remo, Fábio Bentes, não aceitou realizar dois jogos seguidos fora de casa. A justificativa é de que o Remo precisa de renda. 

Diante da negativa do Remo, ficou definido que uma nova reunião será realizada nesta terça-feira (15). Participariam os presidentes de Remo e Paysandu e o diretor de competições da FPF, Paulo Romano, para chegar a um acordo sobre os jogos. A proposta da FPF é que o clássico Re-Pa seja realizado no dia 17/2, uma semana depois do que estava programado na tabela. "O Clube do Remo não aceita jogar conforme a tabela, com dois jogos fora de Belém.

O presidente do Remo disse que ele tem uma perspectiva, que tinha vendido quase 6 mil ingressos e precisa de receita. Diante disso, Paulo Romano vai conversar com os clubes para definir um plano B. Porque se está no aguardo do estádio. Como o clube do Remo não tem estádio, acaba sendo o mais penalizado nessa situação. Caso o Mangueirão seja liberado logo na primeira semana, pode ser que o Remo faça o jogo contra o Tapajós, mas isso será após uma conversa com o Paulo Romano e os representantes do clube.

A unica definição, até o momento, é que o Campeonato Paraense começa dia 19. A palavra neste momento é prudência", explicou o vice-presidente da FPF, Maurício Bororó. 

A reunião contou com a presença de representantes da FPF, do titular da Secretaria de Esporte e Lazer, Arlindo Silva, e representantes dos clubes que vão disputar o Campeonato Paraense 2019. A intenção era tratar sobre as datas dos jogos que serão realizados em Belém, uma vez que o Mangueirão está interditado.

Durante a reunião, o titular da Seel repassou que o estádio só reabre em fevereiro, mas sem uma data definida. Assim, o jogo entre Remo e Tapajós, pela primeira rodada da competição, também ficou indefinido. "O campeonato começa no sábado sem essa partida".

Estavam presentes na reunião o titular da Seel, o Coronel Mario Antonio, da PM, e o diretor de perícias do Bombeiros. "Quando estávamos reunidos o titular da Seel recebeu um comunicado dizendo que o Mangueirão só reabre em fevereiro. Mas não disse a data. O Secretário informou que vai conversar com o engenheiro Paulo Brigido, que está fazendo o laudo. Só em 10 dias que vamos ter a posição e saber, de fato, como serão os jogos no Mangueirão", contou Maurício Bororó. 

 

O Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!