Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

TANTO MAR: REGISTROS E IMPRESSÕES DE PORTUGAL

Por Anna Carla Ribeiro

Quinzenalmente, a jornalista paraense Anna Carla Ribeiro, que está residindo em Lisboa, irá apresentar locais, pessoas e tradições bem marcantes de Portugal, que tem íntima relação com o Brasil e os paraenses. O conteúdo também está disponível em Oliberal.com.| anna.ascom@gmail.com

Um Porto para encantar os olhos

Cidade oferece uma gama de diferenciadas vistas para os visitantes

Anna Carla Ribeiro

O Porto, em Portugal, parece ser a cidade perfeita para se perder por entre ruelas estreitas e ladeiras íngremes, e, sem querer, encontrar um lugar privilegiado. Não se pode dizer que lá faltam opções para vistas de se tirar o fôlego. Em grande parte delas, as paisagens são um tanto poéticas: amontoados de casas no clássico estilo arquitetônico português, das mais variadas cores, algumas amarelas, outras em salmão, tantas outras brancas, que contrastam com o tom levemente azulado das margens do Rio Douro. Acima, geralmente é possível observar pelo menos uma das seis charmosas pontes que cortam o rio, o que ajuda a compor os inspiradores cenários.

Mesmo quem não quer muito se aventurar pode desfrutar de boas perspectivas para os olhos. Atravessar a pé a Ponte Luís I do Porto até Vila Nova de Gaia é percurso quase que obrigatório nos mais básicos roteiros turísticos da cidade e já garante boas lembranças do local. Assim como subir um dos pontos turísticos mais clássicos do Porto, a Torre dos Clérigos, garante não só umas calorias a menos (são 225 degraus), mas também uma experiência visual privilegiada. Lá de cima é possível ver as caves de vinho do Porto, também muito apreciadas para os que gostam de degustar a bebida.

Torre dos Clérigos - Porto (Divulgação)

Se tiver fôlego, vale subir as Escadas da Vitória para chegar ao Miradouro com o mesmo nome. De lá, será possível ter uma boa visão da cidade, que vai do Palácio Episcopal ao Mosteiro da Serra do Pilar. Outra opção para os que tem pique é subir a Rua do Ferraz, junto à Rua das Flores. A recompensa será uma vista escondida da Sé do Porto por entre as varandinhas coloridas das casas.

Jardins do Palácio de Cristal (Divulgação)

Para aqueles que não se garantem na andança, há opções possíveis de se fazer a pé, mas que são bem menos cansativas. Os Jardins do Palácio de Cristal, por exemplo, já valem a pena só pelos oito hectares de espaço verde. O local parece que foi criado para causar um espírito de enamoramento, inclusive, não é difícil encontrar declarações de amor esculpidas nas árvores. Além de esbarrar em roseiras e tulipas, os visitantes também podem conferir uma visão panorâmica do Porto.

Para certos lugares, um carro ajuda a evitar a fadiga. O português Tiago Sousa Neves já morou no Brasil (inclusive em Belém do Pará) e hoje em dia oferece passeios turísticos nos quais os interessados podem escolher os modelos dos automóveis em que farão o passeio. No trajeto indicado por ele, não podem faltar alguns pontos diferenciados da cidade. “Existem várias coisas obrigatórias que devem ser vistas e experenciadas para quem visita o Porto. Passear na Ribeira e fazer todo o percurso junto ao rio e mar até Matosinhos. Depois, ainda do lado de Vila Nova de Gaia, visitar o Mosteiro da Serra do Pilar e o Jardim do Morro, que fica no extremo do tabuleiro superior da Ponte Luís I”, considerou. 

Por do Sol no Mosteiro da Serra do Pilar (Divulgação)

Ir ao Mosteiro do Pilar durante o pôr-do-sol certamente garantirá cenas dignas de filme. “É lindo e os turistas adoram”. Em seguida, Tiago indica fazer a travessia da ponte até o Porto e conhecer toda a zona histórica, desde os Aliados, Jardim da Cordoaria, passando pela Praça dos Poveiros e Praça da Batalha. “É ideal para passear e beber um copo ou seguir para o Passeio das Virtudes e descobrir as ruas antigas e estreitas que nos levam para outras épocas”, explicou.

Para finalizar, fazer um passeio de barco no Douro garante paisagens de diferentes ângulos, além da possibilidade de poder entender mais sobre as seis pontes do Porto, com destaque para as consideradas mais charmosas: a Luís I, a Maria Pia e a ponte da Arrábida. Há diversas empresas que oferecem o passeio, a um preço médio de 15 euros. Para ter acesso, basta caminhar pela orla do Cais da Ribeira. Se após tanta formosura o coração não amolecer pela cidade, é possível que haja a necessidade de se contratar um analista.   

Serviço: Os passeios de carro custam de 50 a 100 euros (valor fechado do carro, que varia de acordo com o modelo) e podem ser agendados através do Instagram @beetlefulporto ou pelo telefone (+351) 911 711 615. 

 

Tanto Mar: Registros e impressões de Portugal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!