Devotos conhecem o novo manto de Nossa Senhora de Nazaré

Internautas puderam acompanhar, ao vivo, a missa e a apresentação do manto que vestirá a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré nas romarias do Círio

Redação Integrada

Manto que vestirá a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré nos eventos e nas 12 romarias oficiais da 227ª edição do Círio foi apresentado ao público que lotou a Basílica Santuário na noite desta quinta-feira (10). A cerimônia de apresentação foi realizada logo após a Santa Missa das 18h, presidida pelo cônego Vladian Alves da Silva, da Paróquia São Pio X. OLiberal.com transmitiu a cerimônia ao vivo.

O manto que será usado nas festividades do Círio 2019 homenageia o Sínodo dos Bispos para a Pan-Amazônia e os trezentos anos de criação da Diocese de Belém, hoje Arquidiocese. (Leonardo Monteiro / CNBB)

O manto que a imagem peregrina usa nas procissões do Círio é um dos símbolos mais aguardados pelos fiéis, pois é confeccionado exclusivamente para o período da festividade. Há poucos registros sobre quando teve início essa tradição e a troca das peças a cada edição do Círio. Há também algumas divergências históricas sobre o fato de Nossa Senhora ter sido achada com ou sem manto.

Os devotos aguardaram com ansiedade para saber os detalhes do desenho do manto, que este ano novamente tem como estilista Kátia Novelino e designer, Celeste Heitmann. A peça começou a ser desenhada no mês de fevereiro, após reuniões de explanação sobre o tema escolhido pelo arcebispo metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, com a equipe que integra a confecção do manto: Lilian Acatauassú, Celeste Heitmann, Kathia Novelino e Marcelo Monteiro.

Fiéis aguardam o momento da apresentação do manto da "Santinha" (Everaldo Nascimento / O Liberal)

Os responsáveis pelo manto, estilista e designer, são sempre escolhidos pelo casal coordenador da Festa de Nazaré. O diretor coordenador, Claudio Acatauassú; sua esposa, Lilian Acatauassú; e o presidente da Festa de Nazaré, Pe. Luiz Carlos, são os únicos com o privilégio de acompanhar o processo de criação desenvolvido durante o ano. O manto é uma doação voluntária e anônima de um casal devoto de Nossa Senhora de Nazaré. “O arcebispo dá a opinião teológica dele. Se bordados e peças estão de acordo com tema, época, momentos vivenciados.

Na flor a delicadeza de Maria, na árvore, a fortaleza, virtude vivida por Maria aos pés da Cruz. O broche do manto de 2019 traz a homenagem aos trezentos anos da Diocese de Belém, com a Igreja Mãe, a Catedral, sobre um barco. (Divulgação)

A designer e artista plástica Celeste Heitmann foi convidada pelo segundo ano consecutivo para criar o manto que a imagem peregrina de Nossa Senhora vestirá durante as romarias e demais celebrações do Círio. Portuguesa radicada no Pará, ela aceitou a missão que define como uma bênção. "Muita emoção e muita gratidão, receber esse convite pela segunda vez é realmente uma bênção muito grande. A inspiração veio do tema deste ano 'Maria Mãe da Igreja', que remete ao momento em que Nossa Senhora nos pés da cruz recebeu seu filho no colo. A partir daí ela passa a ser a mãe dos apóstolos, a mãe dos cristãos e a mãe dos membros da Igreja e de todos nós. E junto vem também a homenagem ao Sínodo da Amazônia, ao ano jubilar e aos 300 anos da Diocese. É um grande presente de Nossa Senhora"

Também pela segunda convidada a participar da confecção do manto, a estilista Kátia Novelino diz que o maior desafio era fazer algo totalmente diferente do ano passado em termos de materiais, texturas e cores. "Foi um trabalho de pesquisa muito grande, mas, acho que conseguimos. O manto deste ano reflete a fortaleza de Maria. Parece um escudo, uma couraça que deixa transparecer essa força, pois ela vem com um brilho muito grande. Diferente do material usado no ano passado, que resultou em um manto fino e delicado, esse ano ela vem muito poderosa e resplandecente. É uma forma de homenagear Nossa Senhora. Tantas pessoas gostariam de estar fazendo isso, e pelo segundo ano eu fui homenageada com essa tarefa."

Na abertura da missa, o cônego Vladian Alves da Silva transmitiu uma mensagem do arcebispo metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, diretamente de Roma, saudando a todos na Basílica que participam dos eventos do Círio 2019.

Círio
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!