Hospedagens em Belém já estão 98% confirmadas para o Círio

Não há mais vagas em hotéis no centro. Ocupação da quadra nazarena eleva preços

Cleide Magalhães

Os meios de hospedagens em Belém estão com 98% da capacidade ocupada confirmada para o Círio 2019. Até esta sexta-feira (11) deve atingir 100% nos hostels, apart-hotéis, pousadas, pensões e motéis, que começaram a receber reservas para o Círio desde setembro, principalmente. Esse é o resultado de pesquisa recente feita com mais de 150 estabelecimentos de Belém e Ananindeua, na Região Metropolitana, pelo Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Pará (SHRBS-PA).  

A pesquisa constatou ainda que nos meios de hospedagem localizados no centro da cidade não há mais leitos disponíveis. A lotação máxima destes estabelecimentos foi alcançada na última semana de setembro e início de outubro, similar ao que aconteceu no ano passado.

Segundo Fernando Soares, assessor jurídico do SHRBS-PA, os 98% já confirmados são empreendimentos que ficam localizados pelos trajetos das procissões do Círio. Os demais ficam mais distantes das rotas das procissões, mas possuem alguma relação com alguma romaria, como o Círio Fluvial, que atrai pessoas para hospedagem em locais na beira do rio.  “Quem ainda procura hospedagem sempre existe chance de última hora, mas o valor é mais salgado que o natural, pois o preço pode diferenciar de acordo com a proximidade do evento”.  

Motéis entram na conta


Soares lembra que a hospedagem em finais de semana comum em Belém conta com taxa de ocupação média de 40%. Já na época do Círio atinge o ápice de ocupação de 100% e isso também norteia os preços, que podem ter aumento de até 200%. “As variações dos preços dependem dos serviços e pacotes de oferecidos pelos espaços. Mas nessa época chegam a atingir até 200% se comparado a um final de semana comum na cidade”, afirma Soares.

Ainda segundo o assessor, os hóspedes de fora do Estado ficam entre quatro e cinco dias na cidade. Ele observa que, nos últimos anos, os motéis têm servido de apoio aos romeiros do interior, que se servem para fazerem o chamado 'day use'. “Boa parte dos romeiros que vêm do interior tem se hospedado em motéis. Geralmente eles chegam do interior 23h, vai para o motel, deita, dorme, sai para o Círio, volta, toma banho, come algo e volta para o interior, faz tipo um 'day use'”.

Além disso, o estudo aponta que a projeção de contratação de mão de obra temporária para o período deve alcançar acréscimo de 4,9% em relação à 2018. Os restaurantes, bares e similares associados tendem a ser o que mais devem contratar devido ao aumento da demanda nos estabelecimentos.

Círio
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!