Basílica Santuário recebe centenas de fiéis na abertura oficial do Círio

Iluminação da igreja e dos arcos de Nazaré foi o momento mais aguardado

Eduardo Rocha

O Círio de Nazaré 2019 está oficialmente aberto. A abertura oficial do principal evento da quadra Nazarena reuniu membros do clero, autoridades civis e militares, convidados e centenas de fiéis que acompanharam a missa de abertura dentro e fora da Basílica Santuário de Nazaré na noite desta terça-feira (8). Logo após a celebração, foram acesas as lâmpadas da nova iluminação da Basílica Santuário para a festividade deste ano e também os arcos no entorno da praça santuário em Nazaré.

A programação de abertura começou com uma missa na Basílica Santuário às 18 horas. A cerimônia foi presidida arbispo militar do Brasil, dom Fernando Guimarães. O governador Helder Barbalho e o prefeito Zenaldo Coutinho participaram da programação. 

Conduzida por Dom Fernando Guimarães, arcebispo militar do Brasil, a missa de abertura precede um dos momentos mais esperados pelos fieis: a inauguração da iluminação da Basílica e dos arcos que enfeitam a avenida Nazaré (Cristino Martins / O Liberal)

Desde cedo, centenas de fiéis aguardavam no entorno da Basílica Santuário pela missa que marcou a abertura oficial da programação do maior evento cultural e religioso dos paraenses. Esta é a 227ª edição do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, que este ano traz o tema "Maria, Mãe da Igreja" e também comemora os 300 anos de criação da Diocese de Belém. Ainda como parte da programação, houve a cerimônia de premiação dos estudantes vencedores do Concurso de Redação do Círio 2019, na Casa de Plácido.

Centenas de fiéis lotaram a Basílica Santuário para a missa que antecede a abertura oficial da festividade do Círio de Nazaré (Cristino Martins / O Liberal)

Emoção - Dom Fernando Guimarães não escondeu a emoção de participar, pela primeira vez, do Círio. Relatou que, ainda no avião em que viajou de Brasília (DF) para Belém, constatou muita gente vindo para o Círio e que vislumbra um clima de solidariedade. "Creio que essa é a função de Maria, acolher a todos sob seu manto, como família de filhos de Deus", observou.

O arcebispo militar externou uma "mensagem de esperança e confiança; nós vivemos momentos difíceis, então creio que o Círio deste ano traz uma mensagem de confiança, esperança no futuro, também uma mensagem de compromisso: somos nós juntos que temos que levar o barco do nosso País, da nossa Igreja (como muitos levam barquinhos no Círio, como disse)".

Com a igreja lotada, muitos fiéis acompanharam a cerimônia por meio de um telão na frente do templo. "Esta é a primeira vez que estamos aqui, na abertura do Círio; antes víamos pela TV. É emocionante mesmo", declarou a cozinheira Kátia Chaar, ao lado da filha Emily Souza, 14 anos, na frente da Basílica. A família de Silvana Farias, 37 anos, também estava lá. "Sempre a gente vem; é algo que marca", destacou Silvana, acompanhada pelo marido André Luís Moraes, 33 anos, do filho Miguel, de 6 anos.

Confraternização - Ao declarar aberto o Círio 2019, dom Fernando Guimarães, ressaltou ser uma honra protagonizar o momento, em virtude do deslocamento do arcebispo metropolitano de Belém, dom Alberto Taveira Corrêa, para participar do Sínodo da Amazônia, por convocação do papa Francisco. Aberto o Círio, o arcebispo militar e outras autoridades visitaram o espaço Memória de Nazaré e chegaram à Casa de Plácido.

O prefeito Zenaldo Coutinho externou votos de que "o espírito de paz, de fraternidade, que as luzes de Maria possam iluminar cada vez mais os paraenses, o povo de Belém, em especial, e os que nos visitam para que a gente tenha dias melhores na nossa cidade, no nosso Estado, no nosso País". "E agradecendo também tudo o que temos tido de bom na nossa vida e na nossa cidade", acrescentou.

Basílica totalmente iluminada após a abertura do oficial do Círio 2019 (Cristino Martins/O Liberal)

"Que tudo dê certo, conforme a vontade lá de cima; estamos preparados para tudo e até para os imprevistos", observou Cláudio Acatauassu, destacando que o Círio 2019 apresenta uma situação atípica, dada a ausência do arcebispo metropolitano, e por ser o primeiro Sínodo da Amazônia a ocorrer. Destacou ter gostado da participação de dom Fernando Guimarães, "pessoa bastante afável", ressaltando que o arcebispo militar continuará em Belém neste final de semana.

O governador Helder Barbalho ressaltou que fica feliz em participar junto com os paraenses de mais um Círio. Observou que o Círio aquece a economia paraense, e nesse contexto o Governo antecipou a primeira parcela do 13º salário dos servidores estaduais e a esperança que o Natal dos paraenses possa gerar emprego e renda".

Círio
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!