Aplicativo que vigia parceiro cresce no Brasil; saiba como se proteger

Apps são instalados silenciosamente, mas pode revelar localização e até mensagens trocadas

Redação Integrada com informações do Techtudo

“Meu bem, confio plenamente em você.” Porém, alguns parceiros que juram ter essa confiança da boca para fora, apelam para uma estratégia radical. Instalar um stalkerware, que, como indica o termo em inglês, é um aplicativo que rastreia, persegue e espiona as atividades realizadas no aparelho celular específico.

O parceiro ciumento e desconfiado pode saber onde a vítima, quer dizer, o amorzinho foi, a que horas e até com quem trocou mensagens. Esse tipo de aplicativo é silenciosos, difícil de ser detectado, por isso os ataques de stalkerwares têm crescido no Brasil. Segundo relatório da empresa de cibersegurança Kaspersky, as tentativas de espionagem aumentaram em 228% no último ano no Brasil.

Boa parte dessas aplicações é comercializada em lojas não oficiais e fóruns online, mas há exceções. Mais de 130 mil pessoas foram vítimas de sete apps espiões, somente em julho, que driblaram a segurança da Google Play Store.

Mas nem tudo está perdido. Você pode se proteger dessa invasão de privacidade. Cresce também o número de pessoas que consegue detectar a presença dos malditos. A Kaspersky afirma que só nos primeiros oito meses de 2019, quase 40 mil pessoas descobriram ser vítimas da invasão, que também pode ser para golpes de roubo de dados.

A primeira dica para se prevenir é sempre estar atento ao volume de dados de internet consumidos. Se passou a ter um tráfego maior, sem que você tenha mudado de hábitos, pode ser sinal de que o programa malicioso está enviando dados.

Se perceber algo, veja a lista de aplicativos que mais têm consumido dados.

Queda da bateria mais rápido também pode ser um indício de invasão.

Veja se nas opções de aplicativos está permitida a instalação de programas externos. Geralmente, de fábrica, essa opção está marcada para apenas apps de lojas oficiais.

E valem aquelas dicas de sempre. Se o seu celular for de senha, não revele nem para o parceiro. Mas mesmo o desbloqueio por impressão digital pode ser uma brecha usada enquanto você dorme.

E tenha sempre um antivírus atualizado. De resto, escolha bem os seus parceiros.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL