As mais belas cidades coloniais da América Latina

Rodrigo Vieira e Érica Castro
Pelourinho, centro histórico de Salvador. (Pixabay)

Em meio à pandemia do novo coranavírus, surge a pergunta: quando iremos viajar? Infelizmente, ainda não temos essa resposta. Mas, fazendo a nossa parte e ficando em casa, como orienta a Organização Mundial da Saúde (OMS), vamos voltar mais rápido para nossas rotinas e poder conhecer novos destinos. 

Uma boa pedida é desbravar um ou mais lugares da lista das dez mais belas cidades coloniais da América Latina, criada pelo buscador Skyscanner. O Bagagem de Bolso já visitou quatro delas e gostou muito!

• 1. Cartagena de índias - Colômbia
Na minha humilde opinião, Cartagena das Índias tem um dos pores do sol mais lindos que eu já vimos, com tons que fazem a gente suspirar. A cidade colombiana tem um Centro Histórico muito bem-conservado com praças, ruas de paralelepípedos e coloridos prédios coloniais. Cartagena é cercada por uma muralha de pedra, que no passado serviu para proteger o lugar. Estivemos lá em 2017.

Cartagena, Colômbia. (Rodrigo Vieira)

• 2. Quito - Equador 
O Centro Histórico da cidade é o primeiro Patrimônio Cultural da Humanidade declarado pela UNESCO, há 42 anos. A lista contempla 4 mil edifícios, dez museus, 22 templos e vários conventos. Entre eles, o Convento de São Francisco, as igrejas da Companhia de Jesus e do Tabernáculo e a Basílica do Voto Nacional. 

Quito, Equador. (Pixabay)

• 3. Colônia del Sacramento - Uruguai
Fundada no século XVII pelos portugueses, a cidade foi declarada Patrimônio da Humanidade, em 1995. A arquitetura combina aspectos espanhóis, portugueses e pós-coloniais. O Bagagem de Bolso esteve por lá em 2018 e ficou apaixonado. Assim como muitos  turistas, pegamos um ferry boat partindo de Buenos Aires e navegamos pelas águas do rio da Prata.

Colônia del Sacramento, Uruguai (Rodrigo Vieira)

• 4. Arequipa - Peru
Conhecida como "A Cidade Branca", porque a maioria dos edifícios monumentais tem essa cor, Arequipa foi fundada em 1540. A localização fica num vale formado ao pé de três grandes vulcões. Mesmo com Cuzco e a mítica Machu Picchu ocupando a atenção turística do Peru, Arequipa não deixa a desejar. Tem igrejas, antigos palácios e edifícios públicos em seu centro histórico e um total de quase 250 monumentos que fazem parte da lista de Patrimônio Mundial, declarada pela Unesco.

Arequipa, Peru. (Pixabay)

• 5. Antígua - Guatemala
Em 1979, a cidade foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e batizada pelos espanhóis com o nome de Santiago de los Caballeros da Guatemala. Segundo o Skyscanner, é o local preferido dos jovens estrangeiros que desejam aprender espanhol.

Antígua, Guatemala. (Canva)

• 6. Trinidad - Cuba

A UNESCO declarou, em 1988, a cidade como Monumento Nacional e Patrimônio da Humanidade. Fundada em 1514, por Diego Velázquez de Cuéllar, foi considerada a mais rica de Cuba durante algum tempo. Nos dias de hoje, possui inúmeras e variadas indústrias, incluindo refinarias de açúcar, laticínios, serrarias e fábricas de charutos e cigarros. Para os amantes da história, cultura, praias e natureza, Trinidad deve fazer parte do seu roteiro.

Trinidad, Cuba. (Canva)

• 7. San Miguel de Allende - México

De acordo com a pesquisa, San Miguel de Allende é considerada a cidade mais bonita do México. San Miguel Arcángel, o parque Benito Juárez e o Museu Histórico Casa de Allende estão entre as principais atrações do lugar. Em cada canto, há um contador de histórias diferente esperando por você 

San Miguel de Allende, México. (Canva)

• 8. Salvador da Bahia - Brasil
O colorido do Pelourinho foi destacado no site como "o coração colonial de uma das cidades mais bonitas e apaixonantes do Nordeste do Brasil". São 300 igrejas na capital baiana, que é conhecida pelo apelido de "Roma Negra". Um lugar no qual o Brasil moderno e colonial se juntam e vale muito a pena visitar. O Bagagem esteve por lá em 2015 e curtiu muito!

Salvador, Bahia (Rodrigo Vieira)

• 9. Sucre - Bolívia
Esta cidade da Bolívia tem a expressão colonial máxima da nação e seu coração histórico, segundo o Skyscanner. O clima é agradável e quente e há uma sensação de lugar pequeno que deixa os visitantes à vontade. Devem constar no seu roteiro o convento de San Felipe Neri, a praça 25 de maio e a Casa de La Libertad.

Sucre, Bolívia. (Canva)

• 10. Valparaíso - Chile
Pablo Neruda, grande poeta chileno conhecido no mundo todo, se inspirou na baía de Valparaíso, admirando a cidade pelas janelas de sua casa, ‘La Sebastiana'. O site Skyscanner destaca - e o Bagagem concorda - a cidade como melancólica e anacrônica, devido às casinhas coloridas, aos velhos funiculares, ao porto, às praças, os terraços para o mar. O Bagagem esteve por lá duas vezes, em 2003 e em 2018.

Valparaíso, Chile. (Rodrigo Vieira)

Pra Inspirar
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BAGAGEM DE BOLSO