Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Presença em multiplataformas revitaliza a marca

Grupo Liberal investe em monitoramento de dados e inteligência artificial para aprimorar o trabalho jornalístico em O Liberal

Fabyo Cruz

Os avanços tecnológicos permitem que os veículos de comunicação desenvolvam novas ferramentas para facilitar e melhorar o trabalho jornalístico, tais como o manejo de algoritmos, Big Data e aprendizado de máquina. No Grupo Liberal, monitoramento de dados e Inteligência Artificial aprimoram as experiências dos internautas com os conteúdos produzidos e disponibilizados no portal OLiberal.com.

“O jornal não é mais um papel, ele é uma multiplataforma”, afirma o diretor de Negócios e Inovação do Grupo Liberal, Sanchae Camati, ao definir a concepção do grupo de comunicação nessa nova era do jornalismo. Sanchae conta que, em 2020, se iniciou de fato o projeto de desenvolvimento de tecnologia digital. “O Grupo dava os primeiros passos, ainda de forma tímida, quando, em outubro do ano passado, foi implantada a diretoria de Negócios e Inovação e intensificamos os procedimentos”, afirmou.

Sanchae explica que algumas empresas brasileiras demoraram a perceber o potencial da multiplataforma e não atentaram à transformação do jornal impresso. “A presidência do Grupo Liberal conseguiu ter essa concepção de multiplataforma, assim como outros grandes veículos de comunicação como a Folha de São Paulo, o Estadão e O GLOBO. O jornal não é mais só impresso, ele é digital, pois está no portal, em vídeo no Youtube e áudio nas plataformas de streaming. E, aqui, nós tivemos sinal verde para seguir com o projeto de reestruturação de tecnologia digital”, assegurou.

Definidas as diretrizes da estruturação de tecnologia digital, o Grupo Liberal passou a investir em monitoramento de dados, inteligência artificial e a aprimoramento do portal. “Na Redação Integrada de O Liberal há telas que mostram o nosso desempenho, isso é só uma parte do monitoramento. Já a inteligência artificial visa, por exemplo, a entregar ao leitor digital um conteúdo mais aprimorado. Sobre o portal, podemos citar a redução do tempo de abertura de página, a qualidade dos algoritmos, como eles são indexados nos motores de busca entre outros investimentos em tecnologias”, exemplificou.

O diretor diz que os algoritmos ajudam o jornalismo a identificar preferências dos leitores digitais e o período de relevância de determinado conteúdo. “Algumas pessoas acham que os algoritmos servem apenas para perseguir as pessoas, mas esses recursos auxiliam para a gente entender o que pode ser mais adequado para o leitor digital, com esse processo de inteligência conseguimos saber o melhor que podemos oferecer aos usuários. Sempre digo que precisamos alcançar um patamar onde possamos entregar ao leitor a forma mais confortável para ele”, argumentou.

Sanchae diz que o Grupo Liberal virou a chave quando assumiu as multiplataformas. “A multiplataforma não é um discurso. Este é um projeto inovador, o presidente comprou a ideia quando apresentamos no ano passado. Os resultados têm sido positivos, acreditamos em algo que está dando certo, estamos vendendo mais assinaturas e observando o retorno de velhos assinantes, ou seja, há toda uma cadeia sendo formada a partir da execução deste projeto”, assegura.    

Reportagens
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!