Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Abordagem jurídica de casos que "parecem até novela"

Em linguagem jovem e nas redes sociais, advogada Jamille Saraty vai abordar temas de interesse para casais e famílias

Ana Carolina Matos

Não são raras as vezes em que casos da vida real são tão surreais que parecem saídos de um roteiro de dramaturgia escrito por autores para lá de criativos. Com o objetivo de discutir casos de grande repercussão sob à luz do Direito da Família, a coluna "Parece até novela", sob comando da advogada Jamille Saraty, começará a ser veiculada quinzenalmente também com conteúdo multimídia, que será divulgado nas redes sociais oficiais do Grupo Liberal, em OLiberal.com, além do jornal O LIBERAL. Atualmente, Jamille já escreve quinzenalmente, mas apenas para a versão impressa.

Segundo explica Saraty, o conteúdo explora situações que fogem da normalidade e que, por conta disso, ganharam espaço tanto na mídia nacional como na internacional. "A coluna pretende abordar casos de família de grande repercussão ou inusitados, destacando o papel que a mulher desempenha nesse contexto. Os casos serão escolhidos a partir da sua repercussão ou decisões judiciais mais inusitadas, que divergem do comum e que muitas vezes são comentadas apenas no meio jurídico", pontua.

Entre os exemplos, estão histórias como a de um casal europeu que redigiu um contrato de 17 páginas que discorria sobre condições do namoro e afastava qualquer consequência matrimonial e até tragédia, como a que envolve a divisão de guarda entre a avó materna e o pai do filho de Marília Mendonça.

A advogada ressalta ainda que o objetivo do projeto é democratizar as discussões para quem consome os conteúdos de O LIBERAL e OLiberal.com "Os textos serão em formato de crônicas incluindo uma análise jurídica leve e acessível a todo público que lê o jornal. O formato inicial mantém o texto, com o artigo no jornal, mas ganha uma versão digital em vídeo, mais interativa e dinâmica", afirma. Os vídeos serão postados em diferentes redes sociais, como Facebook, Instagram, entre outros. "Vamos usar as redes tradicionais e outras, como Telegram e Whatsapp para levar as pessoas a conhecer mais aprofundamente pelo texto, tanto na versão impressa como no site de O Liberal", explica.

A iniciativa visa instigar a participação do próprio leitor. "O objetivo é conseguir engajar o público ao ponto de que eles queiram compartilhar experiências ou dúvidas conosco. A expectativa é atingir o maior público possível a fim de levar informação de qualidade, fazendo com que o leitor engaje e queira ter a sua história contada e comentada no jornal", pontua.

Jamille Saraty atua há 11 anos na área do Direito da Família. É e mestre em direito civil pela Universidade de Coimbra e pós graduada em Proteção da Criança pela Centro de Direito de Família. É também primeira secretária do Instituto Brasileiro de Direito de Família da Região Norte. Segundo ela, cada universo familiar é particular e único. "Todo dia é dia acabamos deparando com casos inusitados, pois a vida privada de cada um guarda segredos, costumes e crenças particulares. Cada família é um templo sagrado com suas próprias verdades".

Palavras-chave

O Liberal 75 Anos
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!