Sem nada para esconder, Juju Salimeni sai seminua à frente da bateria da X-9

Bela arrancou elogios pela boa forma em evidência na fantasia em referência ao Orixá Xangô

Redação Integrada

Rainha da bateria da X-9 Paulistana, Juju Salimeni chamou a atenção ao desfilar seminua no Sambódromo do Anhembi na madrugada de sábado (2). Apenas com adesivos e um tapa sexo que simula fogo, a ex-Panicat fez referência ao Orixá Xangô, como “rainha do fogo”. O look foi completado com uma bota e asas vermelhas brilhantes.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Completando 8 carnavais!! Cada ano é uma emoção diferente, uma vitória diferente e superações diferentes. Eu só tenho que agradecer pq trabalhar com o q se gosta é realmente uma benção!! Mas sozinho ninguém vai longe e eu devo muito a uma equipe maravilhosa que está sempre ao meu lado!! @douguinho que cuida do meu cabelo há anos, @alexespindola1 que faz a melhor make da vida, @thiagosetra que cuida com muito carinho dos meu looks, @cled_nery que é meu assessor no carnaval, @oficialfecruz que é meu braço direito e meu migo 😂, @drruypimentelcardoso meu médico que cuida diariamente da minha saúde, @fe_fonseca87 meu treinador que cuida do meu shape junto com o @fefrancooficial e a todos os meus parceiros e patrocinadores que acreditam no meu trabalho e me apoiam sempre!! (marcados na foto) Obrigada @x9paulistana e @pulsacaonotamil por me receberem e me darem a oportunidade de ser sua rainha!! Muito amor a cada um de vcs que faz parte disso ❤️💚

Uma publicação compartilhada por Juliana Salimeni 💖 (@jujusalimeni) em

A X-9 Paulistana foi a penúltima escola a desfilar no primeiro dia do Carnaval em São Paulo. O desfile homenageou o sambista Arlindo Cruz. “Após o desfile, eu priorizo a hidratação do corpo com muita água e isotônicos. E depois como tudo que quiser e mantenho uns três dias”, disse Juju, que começou a se preparar para a apresentação três meses antes da folia.

Há oito anos no Carnaval paulistano, a ex-Panicat afirma que não vê o Carnaval como um trabalho. “Com certeza temos compromissos e responsabilidades com as notas da escola, mas certamente a diversão e amor tornam tudo natural”.

Amazônia