Presos de Portel, Gurupá e Curralinho, no Marajó, são transferidos para Belém

Transferências foram executadas entre os dias 29 e 31

Redação Integrada

Segundo a Diretoria de Polícia do Interior (DPI), a interdição parcial do presídio de Breves, no Marajó, provocou a transferência de presos de Portel, Gurupá e Curralinho para Belém, entre os dias 29 e 31 de 2019, a fim de evitar a superlotação da unidade prisional marajoara e mesmo a permanência por longo período de detentos nas delegacias do arquipélago.

A operação de transferência começou na última terça-feira, (29), com a saída de Portel, da embarcação “André Luiz” que passou por Breves, também no Marajó, e chegou a Belém, na quinta-feira (31).

A titular da Superintendência Regional do Marajó Ocidental, delegada Vanessa Macedo, informou que uma equipe de policiais de Breves garantiu a escolta dos detentos até à capital paraense.

De acordo com a polícia, na quarta-feira (30), foram embarcados 15 homens e uma mulher que estavam custodiados na Delegacia de Portel, ao mesmo tempo, uma equipe de policiais civis e militares do município de Gurupá deslocou cinco detentos que estavam no município, para Portel, via lancha, e após os embarcou no “André Luiz” que veio a Belém. O comboio também fez parada no município de Curralinho, onde mais um preso foi embarcado.

A delegada Vanessa Macedo informou ainda que a embarcação precisou aguardar por um tempo até que a maresia da baía do Marajó ficasse mais calma, a fim de garantir segurança à travessia de tripulantes e custodiados do Estado.

Na chegada a Belém, uma equipe da Diretoria de Polícia do Interior estava de prontidão para fazer a distribuição dos presos para diversas casas penais, com o apoio de um ônibus do sistema penal. (Com informações da Polícia Civil).

Amazônia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!