Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia Civil investiga triplo homicídio de ambientalistas no Pará

Por enquanto, ainda não há suspeitos identificados. Quaisquer informações podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181).

O Liberal

Uma equipe da Polícia Civil segue realizando diligências em busca dos autores do triplo homicídio contra uma família de ambientalistas, ocorrido na ilha da Cachoeira do Mucura, às margens do rio Xingu, no município de São Félix do Xingu. No domingo (9), pai e filha foram encontrados ao lado da residência onde moravam. O corpo da mãe estava às margens do rio. Segundo a Polícia, todas as vítimas foram localizadas pelo filho do casal.

As cápsulas de projéteis encontrados no local revelam que o crime foi realizado com arma de fogo. Para a Polícia local, o estado de decomposição em que os corpos foram localizados aponta que o crime ocorreu há, pelo menos, três dias. 

Até o momento nenhum suspeito foi identificado. Para a Polícia, a principal possibilidade é de que os suspeitos sejam pistoleiros. Em nota enviada à reportagem, a Polícia Civil informou que "um inquérito policial foi instaurado para investigar o triplo homicídio. Informa, ainda, que acionou a perícia criminal e realiza diligências na região para localizar os autores do crime. Qualquer informação que auxilie no esclarecimento do fato, pode ser repassada via Disque-Denúncia 181", concluiu.

A Família vivia há mais de 20 anos na localidade conhecida como cachoeira da “Mucura”, distante a cerca de 90 quilômetros da cidade de São Félix do Xingu. No local, as vítimas desenvolviam um projeto ambiental de soltura de quelônios das espécies tracajá e tartaruga nas águas do rio Xingu.

(Bruna Ribeiro, estagiária, sob supervisão de Victor Furtado, coordenador do Núcleo de Atualidades)

Amazônia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!