logo jornal amazonia

Ex-capa da Playboy é condenada a oito anos de prisão; entenda

A modelo, que também é garota de programa, já chegou a ser presa pela Polícia Civil do Distrito Federal

O Liberal

Flávia Tamayo, conhecida como Pâmela Pantera, foi presa e condenada a oito anos de prisão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A ex-capa da Playboy de Portugal e garota de programa também irá pagar 1200 "dias-multa". A modelo, inclusive, já tinha sido presa pela Polícia Civil do Distrito Federal, em julho de 2020. As informações são do UOL.

O processo determina que ela cumpra a sentença em regime semiaberto. A modelo também pode recorrer: “Além da prática do tráfico, tinha a intenção a agente de se associar para esse específico fim”, diz o documento.

(Reprodução: Instagram/ Metrópoles)

No documento também consta que ela oferecia cocaína durante a realização de programas, e "que o tráfico dela era de forma discreta, como uma venda casada, sendo que a pessoa negociava serviço sexual e fornecimento de entorpecente."

Palavras-chave

Amazônia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!