Sobras de alimentos podem ser reutilizadas

Aproveitar alimentos é estratégico na pandemia, combate o desperdício e estimula a criatividade

Eduardo Rocha

Saber aproveitar de forma racional aquelas partes de alimentos que em geral são desprezados pode funcionar muito bem como economia de recursos combater o desperdício e é uma boa terapia nestes tempos de pandemia. Tudo porque, se ficar em casa é uma medida preventiva a novos casos e óbitos provocados pela circulação do novo coronavírus (evitar ao máximo sair para a rua), aprender a elaborar novos pratos e iguarias atiça a criatividade e renova a disposição para enfrentar a quarentena gerada pela covid-19. E não é nada difícil colocar em prática essa ação, como explica Lorena Begot, nutricionista do Hapvida.

Basta se conscientizar sobre essa iniciativa, isto é, com a prática do Aproveitamento Integral dos Alimentos (AIA), evita-se de ir mais vezes às feiras, supermercados e outros pontos comerciais que possam favorecer a aglomeração de pessoas.

"O objetivo é aproveitar partes dos alimentos que, por preconceito ou falta de informação, são desprezadas. Já é costume jogarmos cascas, talos, folhas no lixo. Mas, na verdade, jogamos fora um tesouro nutricional", pontua Lorena Begot.

Ela explica um pouco do valor nutricional de diferentes partes de alguns alimentos que costumamos jogar fora: "As sementes de abóbora, por exemplo, são ricas em gorduras boas, fibras e vitaminas e minerais; as do maracujá, possuem ômega 3 e 6. Cascas de frutas, como a tangerina e a maçã, apresentam bastante vitamina C. A casca da goiaba tem altas doses de polifenóis, que combatem o envelhecimento celular".

O aproveitamento de diferentes componentes das hortaliças também é possível e traz grandes benefícios para o organismo. "O talo do agrião, beterraba, salsa e brócolis podem ajudar no bom funcionamento intestinal, porque são ricos em fibras. As folhas da cenoura podem melhorar a visão e o fluxo sanguíneo, pois possuem carotenoides que viram vitamina A, quando ingeridos", ressalta Lorena.

LIMPEZA

A especialista chama atenção para a limpeza e armazenamento desses componentes, principalmente das cascas e raízes, pois os agrotóxicos utilizados na agricultura costumam ficar fixados nas partes externas dos alimentos e nas partes que entram em contato com a terra.

Para o tratamento dos vegetais, a nutricionista indica: "É importante fazer o branqueamento, que é um cozimento rápido, em torno de quatro minutos. Esse processo evita maiores perdas de vitamina. Em seguida, o alimento deve ser congelado".

Contudo, a grande dúvida de muita gente é sobre como aproveitar essas partes dos alimentos. Por isso, uma rápida pesquisa na internet pode ser útil. No entanto, para começar, a nutricionista Lorena Begot sugere a receita de bolo de casca de banana

Massa:

3 unidades de casca de banana;
2 unidades de ovos;
2 xícaras (chá) de leite (pode ser leite vegetal);
1 colher (sopa) de manteiga ou óleo de coco;
1 xícaras (chá) de açúcar;
1 xícara (chá) de farinha de rosca;
2 xícaras (chá) de farinha de trigo;
1 colher (sopa) de fermento em pó.

Cobertura:

1/2 xícara (chá) de açúcar;
1 xícara (chá) de água;
4 unidades de banana;
1/2 unidade de limão.

Modo de preparo:

- Lave as bananas e descasque-as. Separe as cascas de banana para fazer a massa.
- Bata no liquidificador as gemas, o leite, a manteiga ou óleo de coco, o açúcar e as cascas de banana.
- Despeje essa mistura em uma vasilha e acrescente a farinha de rosca, a farinha de trigo e o fermento.
- Bata as claras em neve e acrescente, delicadamente, à mistura. Despeje em uma assadeira untada e enfarinhada.
- Leve ao forno preaquecido em fogo médio, por aproximadamente 40 minutos.
- Para a cobertura, derreta o açúcar em uma panela e junte a água, fazendo um caramelo.
- Acrescente as bananas cortadas em rodelas e o suco de limão. Cozinhe. Cubra o bolo ainda quente.

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DO CADERNO ESPECIAL COVID-19

Coronavírus
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!