Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

É preciso diminuir ao máximo ondas do coronavírus e do desemprego, diz Bolsonaro

Governo anuncia na entrevista o lançamento de uma linha de financiamento para pequenas e médias empresas

Reuters

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (27) que além de medidas para atender as vítimas do coronavírus é preciso se preocupar com os empregos, de forma a diminuir o máximo possível o tamanho das ondas de infecções e do desemprego.

"Elas caminham simultaneamente", disse o presidente ao abrir uma entrevista para anúncio de medidas econômicas com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e o presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

O governo anunciou na entrevista o lançamento de uma linha de financiamento para pequenas e médias empresas garantirem o pagamento de dois meses de salário de seus funcionários durante a crise do coronavírus. Em contrapartida, as companhias não podem fazer demissões.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA