Policial militar é suspeita assassinar marido em Ananindeua

Ela se apresentou na Seccional da Cidade Nova

Redação Integrada

Thiago Valdiney Bezerra Dias, de 30 anos, foi assassinado a tiros pela companheira na madrugada deste domingo (16), na rua José Araújo, no bairro do Distrito Industrial, em Ananindeua, município de Região Metropolitana de Belém. A policial militar Alanna Patrícia da Cruz Barros, esposa da vítima, é apontada como autora do crime. Thiago ainda chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMEU), ainda em Ananindeua, mas morreu pouco tempo depois de dar entrada na instituição de saúde. 

A acusada, de acordo com a Polícia Militar, é lotada no 2º Batalhão da PM. Ela se apresentou espontaneamente na Seccional Urbana da Cidade Nova e foi encaminhada posteriormente para a Delegacia de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil. A Corregedoria-Geral da Polícia Militar vai instaurar um procedimento administrativo para apurar os fatos.

Thiago e Alanna estavam casados há mais de 12 anos. Os dois eram pais de uma menina de 10 anos. Ainda não há informações sobre as motivações do crime, mas testemunhas informaram que os dois haviam discutidos momentos antes da ocorrência. Há informações também de que a Alanna era vítima de violência doméstica. O caso será investigado pela Decrif. 

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!