Policiais que mataram sete membros de quadrilha em Acará serão condecorados pelo Governo

Grupo estava se preparando para roubar duas agências bancárias quando foram mortos pela polícia

O Governo do Estado anunciou que, na tarde desta quarta-feira (06), os policiais civis que participaram da operação que terminou na morte de sete membros de uma quadrilha de roubos a bancos em Acará serão condecorados pelo Governador Helder Barbalho. 

Os profissionais fazem parte da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) e Grupo de Pronto-Emprego (GPE). Nesta terça-feira (05), eles realizaram uma operação que resultou na frustração de um assalto a uma agência bancária no município de Acará, no nordeste paraense.

A quadrilha estava sendo monitorada há um mês. Na ação, os assaltantes teriam reagido com tiros, segundo a polícia. Os sete envolvidos no assalto morreram durante o confronto, eram seis homens e uma mulher. 

Segundo as investigações, todos tinham passagem pela polícia. Um deles, inclusive, havia participado do assassinato de um policial militar. Com o bando, a polícia apreendeu sete armas, sendo três revólveres e quatro pistolas (uma delas de uso exclusivo da polícia civil), munições, miguelitos (artefato usado para furar pneu de carro), documentos falsos e dois carros: um alugado e o outro roubado.

Polícia