Música, vida e a desigualdade social

Cria do bairro da Cremação, o rapper Pelé do Manifesto canta o dia a dia de violência, mas também de alegria, nas periferias de Belém. O artista que vem se destacando no novo cenário musical paraense fala sobre música, vida e a desigualdade social.

LibCult