Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Antes de morrer, cão idoso é adotado e família realiza último desejo do pet: ‘Comer McDonald's’

Billy foi diagnosticado com demência canina e a família Flory decidiu oferecer a última refeição ao animal com o seu "prato" predileto

Amanda Martins

Uma família do Reino Unido decidiu atender ao "último desejo" de um pet adotado já bem “velinho”. Muito querido pelos tutores, o cachorro Billy, de 15 anos, recebeu como presente a oportunidade de comer McDonald 's na última refeição.

VEJA MAIS

Como cuidar de um cachorro ou gato antes e após castração?
Confira um mini manual de o que fazer para ajudar o animal de estimação ter uma recuperação melhor

Onde passear com pet em Belém: confira docerias que aceitam a entrada de cachorros e gatos
Muitas docerias e cafés de Belém permitem a entrada e permanência de cachorros e gatos. Confira quais são

Cachorro comendo mato: entenda porque isso acontece
O ato do pet comer grama da rua pode causar estranheza aos tutores. Mas, isso acontece, porque o cachorro tenta "aliviar" a dor que sente

A parceria do “doguinho” com o tutor Bradley Floy foi “amor à primeira vista”. O britânico se apaixonou pelo shih tzu, após ver um apelo para o animal ser adotado. No novo lar, Billy se adaptou rapidamente à família Flory, sendo paparicado pela esposa de Bradley, Claire, e os filhos, Jack e Molly. O cãozinho também conquistou a amizade dos outros cachorros da casa: Oreo e Evie. 

Entretanto, a rotina da família mudou quando o cão começou a ficar triste e perder peso. Ao ser levado ao veterinário, os médicos perceberam que Billy estava desenvolvendo uma demência canina. Uma injecção poderia lhe dar mais algumas semanas de vida, porém, o pet já vinha lutando com problemas no fígado e isso iria prolongar o sofrimento dele. 

Dicas para quem quer adotar um animal
Confira o passo-a-passo do que é necessário saber antes de adotar um pet

Como cuidar de um pet filhote? Saiba qual é a alimentação certa para cada raça
A médica veterinária Josyanne Christine ensina cinco dias de como cuidar do pet filhote

Luto animal: pets também sofrem pela morte e podem ter reações prejudiciais à saúde
Veterinária explica quais comportamentos devem acender o alerta e quais cuidados os tutores devem tomar

A família Floy, então, decidiu colocá-lo para “dormir pacificamente”.  Na última noite de Billy em casa, os tutores pediram a comida favorita do pet: McDonald 's, para que o cãozinho pudesse desfrutar de um momento prazeroso. 

No dia seguinte, o cachorrinho foi levado ao veterinário, mas acabou não resistindo e morreu a caminho. Para Bradley, ficará apenas a saudade da boa convivência com Billy: "Foi um mês incrível e não nos arrependemos. Faríamos tudo de novo. Billy foi resgatado bem a tempo e morreu cercado por pessoas que o amavam".

(*Estagiária Amanda Martins, sob supervisão da editora de OLiberal.com, Ana Carolina Matos)

Pet Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS DE PET LIBERAL