Vírus da gripe encontrado em porcos na China tem 'potencial pandêmico'

Os estudiosos dizem que a cepa tem 'todas as características' de ser bastante adaptável para infectar seres humanos. No entanto, um dos professores envolvidos na pesquisa disse que o vírus não é um problema imediato

Redação Integrada com informações da BBC

Em meio à pandemia do coronavírus, foi identificada uma nova cepa do vírus da gripe com potencial de causar uma nova pandemia. O estudo identificou o vírus na China, em uma linhagem que surgiu recentemente e tem porcos como hospedeiros.

Nos curta no Facebook para acessar as principais notícias do dia, lives e promoções. Clique aqui.

A preocupação dos cientistas é com o fato de que o vírus poderia sofrer uma mutação ainda maior e, assim, se espalhar facilmente de pessoa para pessoa e desencadear um surto global.

Os estudiosos dizem que a cepa tem "todas as características" de ser bastante adaptável para infectar seres humanos e precisa ser monitorada de perto.

As pessoas podem ter pouca ou nenhuma imunidade à nova linhagem do vírus influenza, que causa a gripe.

Risco

O vírus da gripe suína, conhecido como A/H1N1pdm09, já é combatido pela vacina contra a gripe que é aplicada anualmente. A nova cepa de gripe é semelhante à da gripe suína de 2009, mas com algumas mudanças.

O professor Kin-Chow Chang e colegas que estudam a nova linhagem do vírus dizem que devemos ficar de olho nele, mas que ele não representou grande ameaça, até o momento.

Kin-Chow Chang trabalha na Universidade de Nottingham, no Reino Unido, e disse que, embora esse novo vírus não seja um problema imediato, "não devemos ignorá-lo".

Os pesquisadores chamam o vírus de G4 EA H1N1. Ele pode crescer e se multiplicar nas células que revestem as vias aéreas humanas.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!