Museu de Nova York recua e não sediará evento de premiação a Bolsonaro

Pelas redes sociais, instituição afirma que em comum acordo, tomou a decisão

Museu Americano de História Natural, após polêmica envolvendo evento que premiará o presidente Jair Bolsonaro como “Pessoa do Ano”, resolveu recuar e anunciar que não mais vai abrigar a cerimônia.

LEIA MAIS:

A cerimônia ocorreria em um dos salões do Museu no dia 14 de maio.

Pelo Twitter, a instituição de Nova York disse que em respeito mútuo pelo trabalho e pelos objetivos “das nossas organizações individuais, concordamos em conjunto que o museu não é o melhor local para o jantar de gala da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Esse evento tradicional ocorrerá em outro local na data e hora originais".

Mundo