Donald Trump Jr. faz acordo para depor no Senado dos EUA, diz fonte

Questões seriam limitadas a cinco ou seis tópicos ligados às comunicações de Trump Jr. com autoridades russas

Reuters

Donald Trump Jr. chegou a um acordo com o Comitê de Inteligência do Senado dos Estados Unidos para que o painel do órgão o entreviste em meados de junho, disse à Reuters nesta terça-feira uma fonte familiarizada ao assunto.

O depoimento, que acontecerá a portas fechadas, pode cobrir vários assuntos, entre eles o conhecimento de Trump Jr. sobre um projeto da Trump Tower em Moscou e uma reunião, em junho de 2016, entre ele, que era conselheiro de campanha de seu pai, Paul Manafort, o enteado do presidente, Jared Kushner, e um advogado russo, afirmou a fonte.

O acordo para o depoimento de Trump Jr. foi inicialmente divulgado pelo jornal New York Times.

A fonte contestou algumas informações divulgadas pela imprensa, que sugeriam que as questões seriam limitadas a cinco ou seis tópicos ligados às comunicações de Trump Jr. com autoridades russas.

Um porta-voz do comitê se recusou a comentar. Um advogado de Trump Jr. não respondeu de imediato a um pedido por comentários.

Mundo