Remo marca no final, vence o Volta Redonda e assume a liderança da Série C

O time azulino quase deixou a vitória em casa escapar. Mas cresceu no final do confronto com o Voltaço e conquistou três pontos importantes para o grupo B da competição

Andreia Espírito Santo

 

Nos últimos minutos, o Remo venceu o Volta Redonda por 2 a 1, neste sábado, e assumiu a liderança do grupo B da Série C. O Juventude perdeu para a Tombense-MG por 1 a 0 e ficou na segunda posição, com 12 pontos. Somente o time gaúcho poderia tirar o trono do Leão Azul. O time azulino comemora os três pontos, somando agora 15, e também a invencibilidade na Série C. 

Acompanhe o pós-jogo da partida, com a coletiva do técnico Márcio Fernandes

Já o Volta Redonda fica em quarto lugar, com 9 pontos. Mas pode sair do G4 se o Paysandu vencer o Atlético-AC. Os Alvicelestes estão jogando neste instante lá em Rio Branco. 

Os gols do Remo na partida foram marcados por Marcão (no primeiro tempo) e Gustavo Ramos ( no segundo tempo). O Heitor descontou para o Voltaço.  

O próximo jogo do Remo será contra o São José-RS. A partida está marcada para quinta-feira (13), às 20 horas, no Passos D' Areia, em Porto Alegre (RS). Já o Volta Redonda joga contra o Juventude, na sexta-feira, às 10 horas, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). 

JOGO 

O Remo dominou no primeiro tempo. Ele fez o Volta Redonda ficar acuado no campo de defesa ao pressionar. Nos 20 minutos iniciais, o Remo teve duas oportunidades para marcar. Uma foi aos 12 minutos, quando Ramires deixou Gustavo Ramos na cara do gol. Mas o atacante azulino bateu mal e deixou o grito da torcida guardado. Aos 17 minutos, mais uma boa chance azulina. Na cara do gol, Emerson Carioca bateu em cima do goleiro. 

O grito de gol que estava guardado

Somente aos 33 minutos que o Remo conseguiria abrir o placar no Mangueirão. Em jogada ensaiada, Emerson Carioca cruzou rasteiro, Marcão se antecipou à marcação e finalizou com força para fazer a torcida comemorar demais no Olímpico. Já o Voltaço não tinha ações suficientes para levar perigo ao Remo e o primeiro tempo terminou com dono da casa vencendo. 

Em busca do empate

Com a marcação e o recuo remista, o Volta Redonda investiu no chute de fora da área. Primeiro, aos 4 minutos do segundo tempo, Bruno Barra, sem marcação, soltou um petardo de longe. Mas o goleiro Vinícius espalmou e, mais uma vez, salvou o time azulino. Depois, Gelson chutou do meio de campo para o gol. A bola parou no travessão. 

Remo muda para produzir

O Leão teve uma queda no rendimento se comparado ao primeiro tempo. Para tentar melhorar a equipe, as trocas de Márcio Fernandes foram por Guilherme Garré no lugar de Carlos Alberto, Danilo Bala na vaga de Douglas Packer e Emerson Carioca saiu para entrada de Alex Sandro, substituição já esperada. Ao mesmo tempo, a torcida começou a cantar e incentivar o time para que conseguisse o segundo gol. O Remo tentou e teve boas oportunidades de contra-ataque, mas acabava parando no último toque. 

Expulsão do Voltaço

O Volta Redonda ainda ficou com um a menos. O atacante João Carlos se envolveu em uma confusão e levou vermelho. A expulsão fez a torcida azulina ficar mais esperançosa da vitória no Mangueirão. A partir de então, os torcedores cantaram muito. 

Empate quase frustrante

Só que o Voltaço conseguiu achar o gol. O empate premiou o time carioca, que mesmo com um a menos era melhor. Em falta cometida por Yuri, que levou o terceiro amarelo e está fora do próximo jogo, o Volta Redonda deixou tudo igual e calou o Mangueirão. Na cobrança mal ensaiada, a bola sobrou para Índio, que cruzou à área. A bola é ajeitada por Heitor, que solta um forte chute. A bola ainda bateu no travessão antes de ir para o fundo da rede.

Mas não foi bem assim...

Parecia que mais uma vez o Remo iria desperdiçar pontos e em casa. Mas não foi assim. O time azulino achou o gol na reta final da partida. Garré cruzou à área, a bola passou da defesa e sobrou para Gustavo Ramos que, livre de marcação e de cara com o goleiro, chutou para o fundo da rede, para fazer a torcida comemorar demais no Mangueirão. 

Final da partida com muita festa no Olímpico

O jogo terminou e os jogadores foram comemorar com a torcida. Do início ao fim, os torcedores apoiaram o time e ainda soltaram o grito de "é líder" nas arquibancadas. 

Ficha técnica 
Remo x Volta Redonda 
 
Local:  Mangueirão 
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Ailton Farias da Silva (SE) e Vanessa Santos Azevedo (SE)
Quarto árbitro: Wasley do Couto Leao (PA)

Ficha Técnica Remo - Vinícius; Rafael Jansen, Fredson, Marcão e Daniel Vançan; Ramires, Yuri, Carlos Alberto (Guilherme Garré) e Douglas Packer (Danilo Bala); Gustavo Ramos e Emerson Carioca (Alex Sandro)
Técnico: Márcio Fernandes

Volta Redonda - Douglas Borges; Gedeílson, Allan, Bruno, Luiz Paulo (Índio); Gelson, Bileu (Saulo), Luciano Naninho; Heitor, Wandinho, João Carlos

Técnico Toninho Andrade


Cartão Amarelo: Gedeilson, Heitor, Gelson, Wandinho; Rafael Jansen, Yuri 
Cartão Vermelho: João Carlos 

Gols: Marcão (33'/1ºT), Gustavo Remos (45'/2ºT); Heitor (41'/2ºT)


Renda: R$ 346.745,00 
Público pagante: 16.339
Credenciados: 2.977 
Total: 19.316.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!