Na bronca, torcida do Remo faz protesto no Baenão

Presidente Fábio Bentes comentou o caso

Redação Integrada

Mais um capítulo no momento conturbado do Remo. Na tarde dessa terça-feira (12), membros de uma torcida organizada estiveram no Baenão e realizaram um protesto, cobrando as últimas atuações do time.

Os torcedores levaram uma faixa dizendo: "Jogo é guerra". O presidente do clube, Fábio Bentes, esteve no estádio azulino e falou sobre o protesto. Segundo Bentes, os atletas sabiam que isso poderia ocorrer.

Torcida cobrou últimos resultados do Leão. (Reprodução Facebook)

Sobre as pautas do protesto, o dirigente azulino revela que, os torcedores abordaram a goleada sofrida para o Paysandu e a eliminação precoce na Copa do Brasil.

"Eles cobraram questão de atuação, cobraram o resultado no clássico, a eliminação contra o Serra. Acho que esse time está muito focado na solução", completou Fábio, que disse que os jogadores iniciaram um trabalho de preparação mental.

No início da noite, a torcida organizada que foi ao Baenão protestar publicou na rede social que foi "cobrar compromisso, raça e, consequentemente, melhorias no time". A torcida ainda diz que não vai "arredar o pé" e que deseja mais atenção quando for realizada contratações. 

Torcida do Remo usou a rede social para falar sobre o protesto (Reprodução/Facebook)

 

 

 

 

Remo