Ex-preparador físico do Remo rebate críticas sobre o desempenho dos atletas e faz questionamentos

Welligton Vero disse que a equipe já passou por jogos com jogador a menos e com chuva e que a equipe não saiu tão desgastada

Fábio Will

Após críticas do técnico Márcio Fernandes e do atual preparador físico do Remo, Luís André Ferreira, acerca do mal condicionamento físico dos jogadores no empate sem gols com o Tapajós, o ex-preparador físico do Remo, Wellington Vero rebateu as acusações e foi categórico: "Fomos campeões em 2018 no próprio Remo. Fizemos a pré-temporada do mesmo jeito e nenhum jogador saiu assim de campo".

O ex-profisional azulino disse que é necessário esclarecer o tema e afirmou que o trabalho foi feito de forma correta no clube. Segundo Vero, o que foi dito por Márcio Fernandes e Luís André Ferreira não levou em consideração a análise de alguns dados importantes.

VEJA MAIS

“As coisas foram colocadas de forma puramente emocional. Não foram usados os dados da fisiologia, que são informações importantes. Essas análises fazem toda a diferença, pois trabalhamos em conjunto. Realizamos uma pré-temporada muito boa e foram feitas as questões de base, força e resistência. Isso tudo foi implantado no América-MG em 2016, no Ceará-CE em 2017 e no próprio Remo em 2018. Fomos campeões estaduais pelas três equipes”, disse.

Vero questionou a reclamação dos atuais técnico e preparador físico do clube e disse que o Remo jamais havia caído tanto de rendimento físico em todo o campeonato, mesmo jogando com chuva e em desvantagem numérica durante o período em que esteve à frente da preparação física do clube.

“A área do esporte requer performances, rendimento e na minha carreira obtive 28 conquistas em 30 anos de carreira. Colocaram de uma forma irresponsável, que seis atletas pediram para sair. Em nenhum momento, os atletas saíram assim de campo na minha passagem, nem mesmo quando jogamos duas partidas seguidas com jogador a menos e na chuva. Na semana do jogo, será que foi feito o repouso necessário? O trabalho de força foi feito da forma correta? Os treinos foram realizados em dois períodos? São vários fatores que podem levar a ter um rendimento desses. Estou analisando a parte técnica”, contou.

O ex-preparador físico do Leão contou ainda que torce muito pelo clube e que deixou amigos, mas pediu coerência nas declarações.

“O trabalho no Remo foi muito sério, ao contrário do que estão dizendo. É uma equipe boa de trabalho, empenhada e que me dava todo o respaldo, na parte física com o Rafael Raposo e o Victor Braga e na fisiologia com Erick Cavalcante e Peterson Marcelo. Fica o agradecimento de ter voltado a trabalhar no clube e torço para que o Remo se recupere na competição e conquiste os objetivos traçados pela direção”, falou.

Remo