Com novas contratações, Remo busca encerrar seca de uma década por artilheiros

Leão não tem homem gol desde 2007

Andre Gomes

O Remo busca acabar com a carência de gols após, em 2019, Neto Baiano e Gustavo Ramos terminaram a temporada como os artilheiros da equipe, com a assustadora cifra de cinco gols marcados. Pensando nisso, o Leão contratou os atacantes Giovane Gómez e Jackson, ambos do futebol gaúcho, para tentar encerrar esse período de vacas magras dos Azulinos que dura mais de uma década.

O Brasileirão Série B de 2007 não traz muitas boas recordações ao torcedor do Remo, já que o clube foi rebaixado à Série C e nunca mais retornou à Segundona. Ainda assim, aquele torneio marcou a última vez que o Leão teve um goleador, o centroavante Fabio Oliveira, que balançou as redes 22 vezes.

ÚLTIMOS ARTILHEIROS

Em 2004, Junior Amorim marcou 14 gols com a camisa do Remo, sendo o destaque da temporada Azulina. Já em 2003, foi a vez do atacante Valdomiro ser o vice-artilheiro do Leão na Série B, com 18 gols, um a menos que o principal marcador do torneio, Vágner Love, que jogava no Palmeiras.

Os gols de Valdomiro ajudaram ao Remo terminar na quinta colocação geral, parando na segunda fase da competição. Agora, esperando anunciar mais um atacante para a próxima temporada, o Leão do tecnico Rafael Jaques tem que contar com Giovane e Jackson para dar um fim à seca de artilheiros.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES