Com a permanência na Série C, Paysandu busca alternativas para ter renda em 2021

O time bicolor vai reformular o sócio torcedor, negocia cotas de patrocínio e tem outras medidas para melhorar a conta

Andreia Espírito Santo

O Paysandu segue na Série C em 2021 e vai ter o desafio de ajustar as finanças para conseguir sobreviver, já que na Terceirona não há cota de televisão e também não há previsão para retorno da torcida aos estádios por causa da pandemia do novo coronavírus. Uma dos soluções para os bicolores é investir em ações de marketing, continuando com a venda de ingressos virtuais e outros produtos.

Para que isso dê resultado, é necessário chamar o torcedor de volta e fazer acreditar no projeto bicolor para 2021. Afinal, esse é o terceiro ano seguido que o Paysandu vai disputar uma Série C. Para o comentarista esportivo e colunista de O Liberal, Carlos Ferreira, primeiramente o Paysandu precisar buscar uma forma de chamar o torcedor de volta.

“Eu não me sinto capacitado em falar sobre o que os profissionais de marketing do Paysandu devem fazer para criar fontes de receitas para 2021. Eles são especialistas e preparados. Mas, como analista, o Paysandu precisa ter como preocupação inicial devolver o ânimo aos torcedores. A paixão existe sempre. Mas o torcedores estão magoados e precisam de um fato novo para voltar a ter empolgação com o Paysandu”, avaliar.

Segundo Carlos Ferreira, esse apoio do torcedor em ajudar no que o marketing planejar passa pela escolha do técnico. 

“Tudo passa pela contratação do técnico. Porque dependendo de quem seja vai nos permitir projetar o planejamento que o Paysandu tem. Porque se o Paysandu traz um técnico iniciante, isso vai piorar o quadro. Se trouxer um técnico vitorioso, que empolgue a torcida, aí a torcida vai se dispor a comprar o que o Paysandu se propuser a vender. O nome do técnico, o histórico, a partir daí vai ter argumentos que tem um projeto que merece crédito e o torcedor pode abraçar a causa e comprar o que o marketing se propõe a criar”, comentou Carlos Ferreira.

Reformulação do sócio torcedor e negociação cotas de patrocínio

O executivo de marketing do Paysandu, Marcone Barbosa, conversou com a reportagem sobre o assunto. Ele enumerou quais as ações que o clube está planejando para 2021 para conseguir ter renda na temporada 2021. 

“Vamos reformular o programa Sócio Bicolor, fazendo uma readequação nos preços dos planos e criando novas categorias. Desde o ano passado, já estamos no mercado negociando com empresas para comercialização de cotas de patrocínio oficial e acredito que até o início dos jogos da próxima temporada poderemos ter novos parceiros. Vamos investir mais no conteúdo da Papãotvplay, que em breve ficará fechada para assinantes, uma modalidade digital do Sócio Bicolor. Estamos também fazendo um realinhamento interno do departamento de marketing do clube, dando a ele uma pegada mais comercial, voltado para ações que visem gerar receita para clube. Por fim, vamos trabalhar para ampliar o número de contratos de licenciamento do clube e assim conseguimos ter uma maior quantidade de produtos licenciados ofertados no mercado”, explica.

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES