Após "sucesso" por reagir a assalto e "fake news", paraense tem luta marcada no UFC

Polyana Viana, conhecida como Iron Lady (Dama de Ferro, na tradução para o português), irá ao octógono em março

Redação Integrada / Lance!

Natural de São Geraldo do Araguaia, a paraense Polyana Viana - conhecida como Iron Lady (Dama de Ferro, na tradução para o português) - ganhou destaque mundial após reagir a ação de um assaltante que estava desarmado, utilizando as artes marciais, no Rio de Janeiro, e, nesta quinta-feira (10), teve um novo combate marcado no UFC (Ultimate Fighting Championship). A peso-palha paraense enfrentará a americana Hannah Cifers no UFC 235, que acontecerá no dia 2 de março, em Las Vegas, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada inicialmente pela ESPN americana.

Relembre como foi a reação da paraense e a repercussão que o caso ganhou

O caso de Polyana na tentativa de assalto, aliás, foi registrado também pelo dono do UFC, Dana White, através do Instagram. Veja abaixo!

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

On the left is @polyanaviana, one of our @UFC fighters and on the right is the guy who tried to rob her #badfuckingidea

Uma publicação compartilhada por Dana White (@danawhite) em

 

Fake news

O fato de ter reagido à ação do bandido ainda colocou a paraense como protagonista de uma "fake news" divulgada através de mais de 20 mil compartilhamentos do Facebook. O conteúdo afirmava que um promotor de Justiça do Rio de Janeiro, chamado Jean Carlos Rosário, teria pedido a prisão a lutadora por lesão corporal grave e "excesso de legítima defesa". O Ministério Público carioca, porém, informou que o promotor não existe. Pelo Instagram, a própria Polyana tranquilizou os fãs:

"Não recebi nada da Justiça. Realmente aconteceu aquele caso, da tentativa de assalto, que eu reagi, mas me defendi dentro da lei. Não recebi nenhum comunicado ainda. Estou treinando normalmente, muito focada. Queria esclarecer com vocês esse assunto, que é um pouco chato. É muito difícil vocês me verem aqui falando nessa seriedade toda. Tô sempre brincando, com molecagem, mas verdade ou não é um assunto muito sério — disse a lutadora em um vídeo publicado em seu perfil oficial."

Cartel

Será a terceira luta de Polyana no Ultimate. Sua estreia aconteceu em fevereiro de 2018, com um triunfo por finalização sobre Maia Stevenson, em Belém (Veja como foi!), mas ela acabou perdendo sua luta seguinte, quando enfrentou JJ Aldrich. Sua oponente será a americana Hannah Cifers, que faz a segunda luta no UFC. Em sua estreia, foi nocauteada por Maycee Barber.

Polyana é consagrada no jiu-jitsu paraense com oito títulos estaduais. Ela também venceu o Maranhense por sete vezes, além dos cinco ouros no estadual do Tocantins. A paraense foi campeã estadual de jiu-jítsu também em São Paulo e campeã mundial de jiu-jítsu em 2015, que a levou para o Jungle Fight, evento onde ela conquistou o cinturão e a vaga para o UFC.

Mais Esportes