Há 29 anos, Remo eliminava equipe da Série A da Copa do Brasil

Equipe azulina não tomou conhecimento do adversário e mesmo fora de casa conseguiu a classificação

Redação Integrada

O Remo é o clube paraense que foi mais longe na Copa do Brasil em toda a história. A equipe azulina chegou à semifinal em 1991, na época a competição era disputada por apenas 32 clubes. E no dia 21 de março de 1991, o Remo eliminou um clube tradicional do futebol brasileiro.

Depois de passar pelo Rio Branco-AC, o Remo encarou o Vasco, em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil, a equipe paraense, após empatar em Belém com o clube carioca por 0 a 0, decidiu a vaga fora de casa, no estádio de São Januário. O Vasco com jogadores importantes, como o goleiro Acácio e os atacantes Sorato e Bebeto, não conseguiu passar pelo Remo.

Precisando vencer, o Vasco foi para cima do Remo a abriu o marcador com Tiba, aos 11 minutos do primeiro tempo. Mas o Remo não se abalou e aos 27 do primeiro tempo, o atacante Tiago foi derrubado na área e o árbitro marcou o pênalti. Paulo Sérgio cobrou e empatou o jogo. Na etapa final o Vasco pressionou, mas não conseguiu o gol e o Leão avançou na Copa do Brasil pelo critério de desempate (marcou gol na casa do adversário) para enfrentar o Vitória-BA, pelas quartas de final.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio São Januário – RJ

Data: 21.03.1991

Gols:  Tiba 11’/1T (Vasco) e Paulo Sérgio 27’/1T (Remo)

VASCO: Acácio; Jorge Luiz, Ronaldo, Tosin,  Zé do Carmo (Sorato) e Cássio; Júnior (Roberto Gaúcho), Luciano e França, Bebeto e Tiba. Técnico: Antônio Lopes.

REMO: Wágner Xuxa; Chico Monte Alegre, Paulo Verdan, Belterra e Varela; Mário Vigia, Edmílson e Jorge Luiz, Tiago (Ernani), Paulo Sérgio (Paulo de Tarso) e Edil. Técnico: Paulinho de Almeida

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES