No Futebol, diretoria social do Clube do Remo é comandada por uma mulher

Andréia Espírito Santo

O Remo também tem mulheres participando da diretoria. Um delas é a professora e bióloga Andréa Bezerra, de 50 anos, que é diretora social. Andrea conta que o trabalho começou com atividades na área da responsabilidade social. 

"Eu iniciei ajudando em algumas atividades relacionadas a responsabilidade social, mas eram pontuais. Com a mudança na gestão, fui convidada pelo presidente Fábio Bentes a ajudar de forma mais efetiva assumindo uma diretoria. Iniciei como diretora no lançamento do concurso Rainha das Rainhas 2019. Sou diretora social e por afinidade também ajudo na diretoria de Responsabilidade Social que tem outra diretora, a Carlena Gama", conta. 

Para Andrea, o convite da presidência para trabalhar como diretora social é o primeiro passo para fazer as mulheres terem um espaço maior dentro do clube. 

"Acredito que o convite do presidente seja o primeiro passo para estabelecer que as mulheres também tem um espaço no clube, mesmo não sendo diretamente relacionado com o futebol. O grande desafio é reverter o pensamento da grande maioria e mostrar que o Clube do Remo é um clube social que tem um time de futebol. Nossa proposta é o resgate de eventos que faziam parte da vida social de Belém e que sejam atrativos aos associados, para que esses retomem seu espaço no clube", comenta. 

A diretora do Remo diz que não percebe nenhum tipo de preconceito dentro do clube. "Antes mesmo de ser diretora, eu já frequentava o meio e quem me conhece sabe que eu amo futebol. Sempre vou aos jogos e discuto sobre futebol se for necessário, mas para isso é importante buscar conhecimento e capacitação sobre o assunto. Essa é a tendência e percebo que cada vez mais as mulheres estão conquistando este espaço", afirma Andréa Bezerra, que ama o futebol, em especial o Clube do Remo, por causa do pai. 

"Meu pai tinha um amor imenso pelo Clube do Remo e passou isso para os 5 filhos. Inclusive, nós 5 íamos juntos aos jogos. Lembro do dia em que meu pai me levou a primeira vez à sede social do clube e vi todos os troféus. Foi amor à 1ª vista. Fiz isso também com meus dois filhos", finaliza. 

Futebol