Dana diz que Adesanya e Gastelum foi um das melhores lutas da história

Dana White, presidente da organização, declarou que o combate vencido por Adesanya contra Gastelum foi uma das maiores lutas que teve a possibilidade de assistir

TATAME

O UFC 236 no último sábado (13) definitivamente entrou para a história. Dana White, presidente da organização, declarou que o co-main event vencido por Israel Adesanya contra Kelvin Gastelum foi uma das maiores lutas que teve a possibilidade de assistir. O “Big Boss” também elogiou o duelo entre Dustin Poirier e Max Holloway no main event.

- Gastelum e Adesanya foi uma das maiores lutas que eu já vi na minha vida. E, na luta principal, Max Holloway é duro demais. Parecia que ele seria nocauteado no primeiro round, mas conseguiu se recuperar. Eu estava rezando para que essa luta fosse até o quinto round com chances para os dois. Foi incrível! Eu estava ansioso para ver como ele se sairia no peso-leve, e me pareceu que ele estava menor nessa categoria que no peso-pena. Agora eu mal posso esperar para que ele volte para os penas - destacou Dana.

Com os títulos interinos de Poirier nos leves e Adesanya nos médios, Dana tem como objetivo agendar as lutas com Khabib Nurmagomedov e Robert Whittaker, respectivos campeões lineares. Para o duelo na divisão até 84kg, o presidente tem um desejo especial.

- A próxima luta a ser feita no peso-leve é Poirier x Khabib, provavelmente em setembro. Adesanya x Whittaker definitivamente não acontecerá nos EUA. Ela será disputada na Austrália. Vai ser um evento enorme. Minha equipe tem esse dever de casa para essa semana: viabilizar não uma arena, mas um estádio na Austrália para essa luta - projetou Dana, que não descartou uma luta entre Adesanya e Jon Jones, campeão meio-pesado.

- Adesanya tem que se preocupar com Whittaker agora. Ele é maior e bate mais forte que Kelvin. Acho que Israel precisa se concentrar nisso agora. Mas, se ele vencer Whittaker e se tornar o campeão absoluto do peso-médio, eu adoraria ver ele e Jon Jones lutarem. Sei que os dois estão se provocando, mas temos que ver como as coisas vão acontecer. Porque, se Adesanya vencer Whittaker, há outros caras esperando para disputar o cinturão também. Se Jacaré continuar vencendo e não disputar o cinturão, ele vai me matar - disse.

Além disso, Dana também garantiu que em breve o UFC vai fazer anúncios que vão impactar o MMA. O “Big Boss” aproveitou a oportunidade para responder as pessoas que criticam os cinturões interinos, que estão se tornando uma prática comum na franquia.

- Quero dizer uma coisa aos idiotas que dizem não gostar de cinturões interinos: vocês imaginam se Israel Adesanya x Kelvin Gastelum fosse uma luta de três rounds? Esses cinturões significam alguma coisa para eles. Quando você sabe que há um título em jogo, e você sabe o que virá a seguir, por exemplo: Israel gosta de se mostrar, é bonito, fala bem… e ele hoje se tornou uma estrela. As pessoas vão falar dessa luta por um mês. Essa luta era sobre quanto esses dois caras queriam aquele cinturão. Agora, Adesanya, que antes tinha que esperar pela luta entre Whittaker e Gastelum, tem um cinturão, não tem mais que esperar por Gastelum e vai receber participação no pay-per-view! Como isso pode não fazer sentido? Israel interrompeu suas férias para disputar esse cinturão, porque entendeu o que estava em jogo aqui. Podemos falar o mesmo de Max Holloway. Ele queria ter dois cinturões, queria ter isso em seu legado, e ganhar mais dinheiro por isso - concluiu.

Esportes