Atacante do Paysandu encara equipe que o projetou e diz: "se fizer gol vou comemorar"

Elielton começou a carreira no São Francisco de Santarém, adversário bicolor na próxima rodada do Parazão

Fábio Will

Em preparação para o jogo contra o São Francisco, no dia 10 de março, em Santarém, o Paysandu terá um jogador que vai encarar o confronto com um gosto especial: Elielton. O atacante bicolor vestiu a camisa do Leão santareno e ajudou o time a voltar para a elite do futebol.

Elielton, de 26 anos, nasceu na cidade de Monte Alegre, distante 84 quilômetros de Santarém. Ele iniciou a carreira no São Francisco em 2012. No ano passado, Elielton esteve disputando a Segundinha pelo mesmo Leão franciscano e ajudou a equipe a subir de divisão no futebol paraense.  Hoje no Paysandu, o jogador disse que se fizer gol vai ter comemoração e que será motivo de alegria atuar no Colosso do Tapajós contra a ex-equipe.

“É um momento que me deixa feliz, poder atuar próximo à família, aos amigos, onde tudo começou na minha carreira. Vamos enfrentar uma equipe que está passando por um momento difícil na competição, mas agora é focar no Paysandu. É uma alegria imensa jogar em Santarém e poder ajudar o Papão rumo à classificação. O gol é um momento especial para qualquer jogador. Trabalhamos todos os dias para isso, então se eu marcar vou comemorar”, disse.

A CHANCE COMO TITULAR

O jogador teve a chance de entrar como titular no último jogo do Papão no Campeonato Paraense, diante do Bragantino, no empate em 0 a 0, em Bragança (PA), e disse que o trabalho está sendo bem feito e que espera uma nova chance.

“Ele (Brigatti) possui bastante opções nas posição que eu estou exercendo. Estou procurando diariamente trabalhar para que a oportunidade de ser titular chegue, mas sempre respeitando as escolhas do professor Brigatti, pois quem decide é ele. Se Deus quiser, para frente, espero ser titular e agarrar a oportunidade”, contou.

SEM FOLIA NESTE CARNAVAL

O atacante Elielton disse que o momento não é de brincadeira e que o carnaval será de trabalho e descanso nas horas de folga.

“A nossa semana é de treino, não penso em curtir o carnaval. Nada contra quem vai curtir, mas prefiro ficar em casa com a família. É um momento em que alguns gostam de brincar, mas não podemos exagerar, passar dos limites. Prefiro descansar, pois temos um jogo muito importante pela frente”, falou.

MANTER A INVENCIBILIDADE

O jogador contou que o Paysandu está no caminho certo e que o elenco tem feito o dever de casa. "Dentro de casa estamos fazendo o nosso papel que é obter as vitórias, além de buscar pontos fora. Não perder fora de casa é bom demais”, disse.

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!