Feijão registra alta de quase 200% em 12 meses

Sequência de aumentos elevou de R$ 2,83 para R$ 8,25, em um ano

Da Redação

O preço do feijão disparou, em Belém, nos primeiros três meses deste ano. De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira (15) do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese-PA), o alimento registrou aumento de 155%, entre os meses de janeiro e março desde ano. E no acumulado dos últimos 12 meses, a alta no preço do produto já chega a quase 200%.

As pesquisas do Dieese-PA mostram que, em março do ano passado, o preço do quilo do feijão foi comercializado, em média, a R$ 2,83 nas feiras e supermercados da Grande Belém. Já no final do ano passado, o preço do produto chegou a R$ 3,23. Em janeiro, o feijão chegou a custar R$ 4,31, com sequência de alta registrada em fevereiro (R$ 6,52) e março (R$ 8,25).

 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!