CCJ da Câmara inicia sessão com mais de 1 hora de atraso e sem acordo

Reforma da Previdência segue como primeiro item na pauta e a PEC do Orçamento Impositivo, em segundo lugar

Agência Estado

A Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ) começou no período da tarde desta segunda-feira, 15, a sessão agendada para esta segunda-feira com mais de uma hora atraso devido à reunião com coordenadores partidários, a qual não gerou acordo sobre a ordem da pauta do dia.

A reforma da Previdência segue como primeiro item na pauta e a PEC do Orçamento Impositivo, em segundo lugar.

A expectativa é que parlamentares peçam a inversão dessa ordem.

No início da sessão, a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ) apresentou uma questão de ordem em que pedia o encerramento. Ela teve o apoio da deputada Maria do Rosário (PT-RS), mas o pedido foi negado pelo presidente do colegiado, Felipe Francischini (PSL-PR).

Neste momento, o deputado General Girão (PSL-RN), pede para que a ordem do dia seja invertida, para que a comissão comece os trabalhos direto pelas matérias em pauta, pulando a etapa de leitura de ata de reuniões anteriores, o que atrasaria o andamento da reunião.

Economia