Bolsonaro fala em privatizar Correios, mas diz que medida passa pelo Congresso

Segundo presidente, nome para a estatal ainda está sendo definido

Agência Estado

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a afirmar nesta terça-feira, 18, que o governo "deu sinal verde para buscar a privatização" dos Correios, mas ponderou que a medida também passa pelo Congresso Nacional. O comentário foi feito ao responder questionamentos sobre o novo nome para a presidência da estatal. Segundo ele, ainda não está definido quem irá assumir.

"Tem alguns nomes aparecendo. Logicamente, o presidente que vai assumir vai cumprir seu papel naturalmente, e o governo deu sinal verde para buscar a privatização. Se bem que ela passa pelo Parlamento também", disse Bolsonaro.

Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o governo pode vender subsidiárias sem o aval do Legislativo, mas condicionou a privatização das empresas públicas e de sociedades de economia mista a uma aprovação do Congresso Nacional.

O governo precisa escolher um novo nome para a presidência dos Correios após Bolsonaro anunciar, na última sexta-feira, 14, que demitirá o general Juarez Aparecido de Paula Cunha, que ocupa o cargo atualmente, por agir como "um sindicalista".

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!