Vicente Cecim lança edição bilíngue de livro “Os jardins e a noite”

Livro será lançado na Aliança Francesa de Belém nesta quarta-feira, dia 4, às 18h30

Vito Gemaque

O escritor paraense Vicente Franz Cecim lança a edição bilíngue do livro “Os Jardins e a noite/Les jardins et la nuit” (português/francês) nesta quarta-feira, dia 4, na sede da Aliança Francesa de Belém. A programação começa a partir das 18h30 com a roda de conversa “Amazônia Imaginal - 'Viagem a Andara: Transformando a Floresta Natural em Floresta de Palavras”. A entrada é aberta para todos os públicos.

O livro escrito em 1981 chega agora em uma edição bilíngue. “Esse é terceiro livro que escrevi. Eu sempre mexo em uma coisa ou outra, atualizando e aperfeiçoando. O essencial não tem mudança. É o mesmo livro. O que vou fazendo são alguns aperfeiçoamentos, vou sempre melhorando as linguagens. Eu vivo relendo os livros”, explica Cecim. Para ele, resgatar a obra é como fazer uma nova viagem agora com mais experiência. “Você aprende a dirigir vai dirigindo cada vez melhor, cada vez que entra no carro, vai perfeiçoando a forma de dirigir. Se você refizer a viagem você vai fazer algo melhor. Se eu perceber algo que possa ser a perfeiçoada”, complementa.

Com 100 páginas, a publicação teve lançamento na Feira Internacional do Livro, no Palais de Tókio, em Paris, em abril deste ano. O livro recebeu o Grande Prêmio da Crítica da Associação dos Críticos de Arte de São Paulo, em 1988, e a menção especial no Prêmio Internacional Plural, no México, em 1981, conquistada com o título "A noite do Curau". Com duas capas, a edição é uma iniciativa das editoras Hedra, de São Paulo, e No Book, de Madrid.

A narrativa apresenta uma Amazônia dos sonhos, onde um cego escuta as histórias fantásticas que o vento traz de longe, de outros lugares, de outras pessoas, em uma escrita com livre estrutura narrativa, não linear, mas fragmentada. O autor explica que esta característica pode ser definida como um ‘récit’ – com a história central do livro, a história do cego, sendo constantemente entrecortada pelas outras histórias que vêm a ele no vento, a partir do questionamento de como o homem ficou cego.

O livro “Os jardins e a noite” integra o ciclo literário “Viagem a Andara - O livro invisível”, mas pode ser lido independentemente, como as outras publicações do ciclo de Andara. Por isso, o autor fará um diálogo com o público sobre a temática de obra. Andara é a Amazônia vista com olhos mágicos. O ciclo tem 20 livros e foi iniciado há 40 anos. “Andara é coisa que viaja por dentro e no sentido inverso: quer retornar dos dedos dos pés ao calcanhar de Aquiles do homem, ali onde ele é mais sensível à hipótese onírica e lúdica e naturalmente sagrada da vida”, disse.

No bate-papo com o público o escritor falará sobre vários assuntos além da obra que está sendo reeditada. “Vou falar sobre o que é a literatura no momento atual, a contribuição do escritor contra o desastre ecológico. O Manifesto Plural quando escrevi já era tomando posição em defesa da Amazônia. Isso é o que acho o mais importante neste momento. Espero que o livro seja um pretexto para colocar o assunto da defesa da Amazônia”, enfatizou.

AGENDE-SE

Lançamento do livro “Os jardins e a noite/Les jardins et la nuit”, de Vicente Franz Cecim

Data: 04/12/2019

Hora: 18h30

Local: Aliança Francesa de Belém (Travessa Rui Barbosa, 1851 - Batista Campos)

Entrada gratuita

Informações: (91) 3224-3998 / cultural@afbelem.com

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA