George Clooney volta à TV com adaptação do romance "Ardil 22"

Série estrelada pelo ator reflete "insanidade" da guerra

Agência Reuters

George Clooney, que está voltando à televisão depois de 20 anos com uma adaptação do romance clássico "Ardil 22", disse que a série do canal Hulu transcorrida durante a Segunda Guerra Mundial pretende contar uma história atemporal sobre a "insanidade" da guerra.

Em uma prévia para os repórteres, Clooney disse que inicialmente resistiu à ideia de usar o livro de 1961 de Joseph Heller sobre um esquadrão de bombardeiro dos Estados Unidos que enfrenta os manda-chuvas da burocracia militar.

"É um romance adorado", disse Clooney, que também atuou como produtor executivo e dirigiu dois episódios da série "Catch-22", nome original do livro, em um evento da Associação de Críticos de Televisão. "Não quis me meter com isso".

Ele disse que foi convencido porque os roteiristas "fizeram um trabalho incrível desenredando estes personagens" para a minissérie de seis episódios, que estreará no Hulu em 17 de maio.

Isso permite à atração ir além da trama de Heller, que Clooney disse pretender "debochar de toda a papelada e a burocracia da guerra e do ridículo da guerra".

"Ardil 22" segue um soldado norte-americano chamado Yossarian que fica furioso porque seu próprio exército aumenta o número de missões que um soldado precisa completar para ser liberado do serviço. A única maneira que Yossarian encontra para evitar as missões é declarando insanidade, mas o único jeito de provar a insanidade é através da disposição de embarcar em missões perigosas, criando o absurdo "Ardil 22" do romance.

"Acho que todos nós acordamos todas as manhãs hoje em dia neste tipo de condição de ansiedade global compartilhada e esse romance é uma bela destilação, ou uma destilação profética disso", disse o co-autor Luke Davies.

Na série, Christopher Abbott interpreta Yossarian e Kyle Chandler vive seu comandante, o Coronel Cathcart. Inicialmente, Clooney pretendia interpretar Cathcart, mas em vez disso assumiu papel coadjuvante como o comandante de treinamento Scheisskopf. Clooney, de 57 anos, apareceu na TV pela última vez 20 anos atrás como o Dr. Doug Ross na série de drama médico "ER".

Televisão