Cid Moreira confessa que já apresentou o JN de bermuda: 'Foi só uma vez'

Por conta de um imprevisto, o apresentador não teve tempo de providenciar toda a roupa e acabou por esconder atrás da bancada o que faltou do figurino

(Com informações do portal UOL)

Em entrevista ao programa "Conversa com Bial", na madrugada deste sábado (19), o apresentador Cid Moreira, uma das figuras mais emblemáticas do telejornalismo brasileiro, relembrou um episódio inusitado da época em que ainda ocupava a bancada do "Jornal Nacional", quando usou paletó, gravata e bermuda, sem quee os telespectadores percebessem, é claro. Segundo o jornalista, o episódio aconteceu somente uma vez, mas o perturba até hoje. "É verdade. Aconteceu uma vezinha só e pago por isso até hoje. Sou cobrado por isso até hoje", contou.

O motivo do apresentador ter precisado usar bermuda, que ficou escondida atrás da bancada do jornal, foi devido a um atraso causado pelo trânsito. "Era um sábado de Carnaval, eu estava em Itaipava, Petrópolis, e sai para ir ao jornal. Eu ia passar em casa antes para pegar a minha roupa, mas [no caminho] fui engolido por um temporal, água para todo o lado, aquela confusão toda, e cheguei faltando cinco minutos [para começar o noticiário]", explicou.

"O Léo Batista já estava sentado na bancada e a Alice-Maria estava roendo as unhas. Peguei um paletó e uma gravata que eu tinha em um armário lá, coloquei rápido, o Léo saiu e sentei no lugar. Dai o jornal entrou no ar", relembrou Cid. "Você sabe que eu tenho pesadelo com isso até hoje? Sonho que vou chegar atrasado".

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA