Festival Rock Rio Guamá chega a 11ª edição reunindo 10 bandas

Evento universitário independente resiste mesmo sem apoio financeiro

Bruna Lima

O festival universitário Rock Rio Guamá chega a sua 11ª edição e durante dois dias de evento apresenta 10 bandas dos mais variados gêneros, que foram selecionadas pela curadoria do festival. O evento começa nesta quinta-feira, 29, e segue na sexta-feira, 30, sempre a partir das 18h. A entrada é gratuita.

A edição de 2018 recebeu uma média de 80 inscrições e 10 bandas foram selecionadas. O processo de seleção ocorreu por meio de etapas. Primeiro foi feita a chamada pública pelo Facebook listando alguns critérios. Em seguida, o material recebido pela produção foi encaminhado para uma equipe de curadores, que indicaram as bandas que deveriam estar no lineup do festival. "Fizemos o cruzamento dos votos dos curadores e selecionamos as 10 bandas", esclareceu o músico Danilo Rosa, que fez parte da produção do evento.

Esse ano, o festival conta com uma programação variada quanto aos gêneros musicais. Nesta quinta, a programação é dedicada à mistura de sons, desde o tecnobrega da Keila, ex-vocalista da Gang do Eletro, ao pop rock da Banda COUT, passando pelo rap da Thais Badu e pelos batuques do Vozes de Fulô. Terá também o espaço Beira Rap, onde haverá pocket shows e batalha de MCs, que está sendo realizado em parceria com a Batalha da Beira. Amanhã, será uma programação mais pesada com bandas de metal aliado ao espaço Beira AFROnto, que ficará sob direção do Coletivo AFROnto.

"Produzir o Rock Rio Guamá é sempre uma missão, porque é um festival independente que é realizado sem recursos financeiros e sem patrocínio algum, só com muito amor. Contamos com o apoio da UFPA na parte estrutural, através da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), que cede estrutura de som e luz para realizarmos o evento e com os entraves burocráticos, que são muitos, para se realizar um evento dentro da UFPA", declara Danilo Rosa.

A banda de rock "Dois na janela" é uma das selecionadas e, para o guitarrista Ramón Rivera, a participação no festival tem um grande significado, já que, além de artista, ele já foi aluno e professor na instituição. Ele destaca também sobre a iniciativa do projeto, que é um festival gratuito e sem patrocínio. "Espero longa vida ao festival por ser de resistência e por ter um compromisso que vai além de qualquer outro festival. É de uma potência e ainda tem muito a ser explorado. A universidade é um espaço utópico e quando a gente desvincula a arte do território do mercado, criamos um território livre e uma série de possibilidades", acrescenta o músico.

O duo da "Lambada Hit Combo" está contente com a seleção, já que os integrantes não esperavam ser selecionados. "Nos inscrevemos meio sem esperança, mas acabou rolando e ficamos bem felizes. Para uma banda nova na cidade tocar no Rock Rio Guamá é importante", diz Camillo Royale, que é vocal e guitarrista da banda.

Serviço:

Festival Rock Rio Guamá 2018
Local: Espaço Cultural Vadião - Campus da UFPA, no Guamá
Data: 29 e 30/11, a partir das 18h
Entrada franca

Música