Dona Onete lança a inédita "Carimbó Arrepiado"

A canção chega com clipe narrando a história de vida da artista

Enize Vidigal

Dona Onete lança nesta quarta-feira, 13, a inédita “Carimbó Arrepiado”. A canção fala sobre o ritmo paraense do carimbó, citando elementos da natureza e instrumentos musicais. É uma música dançante que traz o tempero conhecido da artista para atingir o sucesso. 

Carimbó Arrepiado estará no próximo álbum de Dona Onete, mas chega às redes sociais em um videoclipe produzido pela dupla Couple of Things, formada pelos filmmakers Diana Boccara e Leo Longo.

Diz o primeiro trecho da música: "O sol se foi, a noite chegou/ A lua veio, meu terreiro iluminou/ A chuva caiu, mas logo passou/ milhões de estrela lá no céu se 'concentrou'/ Só pra ver, só pra ver, só pra ver/ O meu carimbó tocar/ Só pra ver, só pra ver, só pra ver/ O carimbó você dançar."

A letra prossegue: "Meu carimbó arrepiou/ No balanço da balanço da maraca, no baque forte do tambor/ No chacoalhar do milheiro, meu banjo faz o caqueado, meu sax vai correndo solto, vai fazendo florear/ E o toque do meu carimbó ficou toda arrepiado/ Arrepia, arrepia, arrepia/ Arrepia carimbó/ Arrepia, arrepia, arrepia/ E assim fica melhor"

“O Pará é minha fonte de inspiração, é onde eu vou beber minha água na hora da minha sede. E eu ainda não cantei nem metade do que eu tenho pra cantar. Dizem que é pouco CD pra muita música”, se diverte Dona Onete.

Videoclipe

As gravações aconteceram no Teatro Universitário Cláudio Barradas. No vídeo, um teatro de marionetes é usado para contar a história de Dona Onete, desde que se mudou da cidade de Igarapé-Miri, no Nordeste Paraense, para iniciar a carreira musical em Belém. A artista surge pessoalmente ao final do vídeo levantando-se da cadeira para dançar carimbó.

No clipe, Dona Onete é representada por uma marionete (Estúdio Tereza e Aryanne)

Apesar da letra não se referir à história pessoal da artista, a intenção dos videomarkers foi retratar a vida de Dona Onete de forma poética e bem-humorada. Para isso, eles contaram com a marionetista San Rodrigues e a colaboração de outros artistas paraenses.

Confira o making of da gravação do videoclipe.

Quando estiveram em Belém, Diana e Leo filmaram também com Felipe Cordeiro. A dupla produz uma série chamada Videoclipers, com vários artistas. O clipe de Felipe estreia na próxima quarta, dia 20 de março.

Música