Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

A dor do término marca single de estreia de O Vagner

Canção "Volta" chega ao streaming nas primeiras horas desta quinta-feira, 25

Lucas Costa

Referências que vão desde artistas locais até vozes de alcance mundial formam a identidade artística do cantor paraense O Vagner. Ele dá seu primeiro passo na cena musical belenense nesta quinta-feira (25), quando lança seu primeiro single de trabalho. Intitulada “Volta”, a primeira canção de trabalho chega a todas as plataformas digitais de música nas primeiras horas do dia 25.

Em 2020, O vagner entrou para o time de artistas que aproveitou a quarentena para traduzir seus sentimentos por meio da arte. “Volta” é uma composição do artista em parceria com o produtor musical Marcel Barreto. Na letra, O Vagner fala sobre o término de um relacionamento, onde uma pessoa acredita ser culpada pelo erro que levou ao fim do namoro, e se desespera para recuperar os laços afetivos.

A música é descrita como uma balada do gênero pop rock alternativo, em que O Vagner expressa de forma íntima a forma como se sentiu após o término de seu namoro. A faixa ganha vida e melodias graças ao trabalho em conjunto com o produtor Marcel, responsável por desenvolver a sonoridade para expressar a tristeza e melancolia carregadas pela letra.

“‘Volta’ é uma canção que fala sobre a dor de perder alguém e sobre se desesperar ao ponto de se humilhar para ter esse amor de volta. Muitas pessoas não sabem lidar com a rejeição, ou até mesmo corresponder a determinado sentimento. E, quando a gente perde essa troca, tudo o que a gente faz é querer tudo de volta e assumir erros, que muitas vezes nem foram nossos. Então, esse sentimento de perda, arrependimento, dor e humilhação estão presentes na letra e melodia da canção. E eu sei que muita gente irá se identificar”, declara O Vagner.

O cantor e ator de 22 anos Vagner Mendes é quem dá vida a O Vagner. Ao longo da carreira, ele já estrelou e participou de diversas produções teatrais musicais em Belém, além de integrar o elenco de musicais autorais regionais como “Tchau Tchau Amor”, “Desterro” e “O Gênio dos Musicais”. Além das adaptações de grandes produções da Broadway na cidade como “Os Miseráveis”, “Família Addams”, “A Pequena Sereia”, “Despertar da Primavera”, entre outros.

Com sua estreia na carreira musical solo marcada por uma canção autoral e íntima, O Vagner fala que a produção nasceu a partir de um momento difícil de sua vida. Entre as referências que carrega em seu single de estreia estão nomes conhecidos por interpretações emocionadas, como Sam Smith, Ben Platt, Pabllo Vittar, Glória Groove, Leonardo Gonçalves e Mikky Ekko.

“Durante a pandemia e período de isolamento do ano passado, muita coisa ruim aconteceu, muitas pessoas foram machucadas, muitos namoros foram encerrados. Porém, eu busquei força na minha paixão pela música e decidi transformar minha dor em arte. A canção surgiu, e foi gravada, em um momento muito doloroso, sentimentalmente falando, porém deu vida a minha primeira canção autoral gravada em um estúdio. Eu torço para que o lançamento, de alguma forma, toque o coração de muitas pessoas”, justifica O Vagner.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA