Samoa proíbe exibição de 'Rocketman' por cenas de sexo gay

O filme foi censurado por se chocar com a "cultura (de Samoa) e nossas crenças cristãs", disse o censor do país

Reuters

Samoa proibiu a exibição de "Rocketman", filme baseado na vida do músico britânico Elton John, porque o musical retrata a homossexualidade, disse o censor da ilha do Pacífico Sul.

O filme foi proibido na semana passada por se chocar com a "cultura (de Samoa) e nossas crenças cristãs", disse o censor, Leiataua Niuapu Faaui, ao jornal Samoa Observer na segunda-feira. Cerca de 97% dos quase 200 mil habitantes de Samoa são cristãos, e a sodomia é um crime na ilha-nação.

Estrelado por Taron Egerton, "Rocketman" acompanha os primeiros passos de Elton John na indústria musical, de sua infância tocando piano à sua explosão no cenário norte-americano e seu mundo de festas à base de drogas e álcool.

Cenas de sexo gay e de consumo de drogas foram cortadas em uma exibição na Rússia, o que rendeu críticas do cantor e dos realizadores do filme.

O título, que recebeu críticas mornas, estreou mundialmente no final de maio. "Infelizmente, devido a questões de censura, tivemos que cancelar 'Rocketman'", informou a Apollo Cinemas, da capital samoana Apia, em sua página de Facebook.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!