Morre, aos 54 anos, a diretora norte-americana Lynn Shelton

Segundo Adam Kersh, agente da cineasta, morte foi causada por conta de uma doença no sangue não identificada

Agência Estado

Lynn Shelton, cineasta independente mais conhecida por seu trabalho em séries de televisão, como Mad Men, morreu na última sexta-feira (15), aos 54 anos. Segundo Adam Kersh, agente da cineasta, morte foi causada por conta de uma doença no sangue não identificada.

Ela realizou dois filmes muito elogiados pela crítica, Entre Irmãs (2011) e Encalhados (2014). Revelada no Festival de Cannes com O Dia da Transa (Humpday, 2009), sobre dois amigos heterossexuais que decidem fazer um filme pornô gay, a diretora passou a frequentar o circuito alternativo de festivais como Sundance e outros.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA