Uma Embaixada para chamar de minha

Em meio à polêmica se Eduardo Bolsonaro será ou não o embaixador do País nos Estados Unidos, Rodrigo Vieira te leva para fazer um passeio pela sede do Ministério das Relações Exteriores, na Capital Federal. Você vai saber porque o Palácio Itamaraty e o patrono da nossa Diplomacia são personagens importantes da história do Brasil e, em particular, da Amazônia

Rodrigo Vieira | Conexão AMZ

Você certamente tem acompanhado a polêmica em torno da escolha do novo embaixador brasileiro em Washington, posto em aberto desde abril deste ano. Se depender do presidente Jair Bolsonaro (PSL), a vaga já tem dono certo: o filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Confirmada a escolha, caberá ao Senado Federal aprovar ou não a indicação do presidente. Cenas para os próximos capítulos.  

Bem ao lado do Congresso Nacional, em pleno Eixo Monumental, fica o edifício com jardins exuberantes e famosos arcos na fachada responsável por formar os profissionais que optam por investir e seguir a carreira diplomática. Também projetado por Oscar Niemeyer, o Palácio Itamaraty é um dos cartōes postais de Brasília e ajuda a contar uma parte importante da nossa história.

Rodrigo durante o tour pelo Palácio Itamaraty, que é gratuito e precisa ser previamente agendado (Rodrigo Vieira - Conexão AMZ)

Lugar de alguns dos acontecimentos oficiais mais importantes - o jantar de posse dos novos presidentes, as cerimônias de nomeação de integrantes do corpo diplomático e as recepções a autoridades nacionais e internacionais são realizadas lá -, o Itamaraty é a sede do Ministério das Relações Exteriores e do Instituto Rio Branco. Passou a ser a Casa da Diplomacia Brasileira somente uma década depois da mudança da Capital Federal para Brasília, quando foi oficialmente inaugurado pelo então presidente Médici. Havia uma forte resistência dos diplomatas em deixar o Rio de Janeiro e migrar em definitivo para o Cerrado. 

Salão principal dia Palácio Itamaraty, que tem o maior vão livre interno do país (Rodrigo Vieira - Conexão AMZ)

Desafio vencido, o Ministério das Relações Exteriores finalmente passou a operar no palácio, que é considerado por especialistas a obra-prima de Niemeyer e tem um dos maiores vãos livres da América Latina. Logo na entrada, os visitantes são brindados com um belo jardim inspirado na Amazônia. Projeto do renomado artista plástico e paisagista Burle Max, que selecionou exclusivamente plantas da nossa região para compor o salão principal.

Projetado por Burle Marx, o jardim do salão principal é todo inspirado na Amazônia (Rodrigo Vieira - Conexão AMZ)

O patrono da Diplomacia e a Amazônia

Diplomata e estadista, José Maria da Silva Paranhos Júnior, mais conhecido por Barão do Rio Branco, foi protagonista de alguns dos momentos decisivos da história do Brasil na virada do século XIX para o XX. Patrono do Ministério das Relações Exteriores, Rio Branco liderou a defesa do país em uma série de arbitragens internacionais que definiram as fronteiras atuais do nosso território. A atuação dele  foi decisiva para que fossem incorporados ao Brasil territórios que hoje formam o Acre, o Amapá e parte do Amazonas. São áreas equivalentes aos três estados da região Sul e mais o estado de Pernambuco.

Busto do Barão do Rio Branco, patrono da Diplomacia Brasileira, no salão onde são assinados os tratados internacionais. (Rodrigo Vieira - Conexão AMZ)

Na videorreportagem, Rodrigo Vieira te convida a fazer um tour  pelo Palácio Itamaraty e conferir  essas e outras curiosidades. Assista à videorreportagem e passeie com a gente!

Você também pode conhecer

Assim como outros prédios públicos em Brasília, a sede do Ministério das Relações Exteriores também está aberta à visitação. O agendamento é gratuito e pode ser feito de segunda a sexta, das 9h às 17h, pelo e-mail visita@itamaraty.gov.br ou pelo telefone (61) 2030-8051.

Conexão AMZ
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!