Em ano pré-eleitoral, políticos vão disputar atenções no Círio de Nazaré

A Conexão AMZ apurou a agenda de Círio dos nomes que estão sendo cogitados pela opinião pública ou que têm sido ventilados por partidos e lideranças políticas para ocupar a principal cadeira do Palácio Antônio Lemos, a partir de 01 de janeiro de 2021.

Rita Soares e Gabriel Pinheiro | Conexão AMZ

Outubro de 2019 marca a contagem regressiva para a eleição municipal do ano que vem, que vai eleger prefeitos e vereadores em todos os municípios brasileiros. E como acontece de dois em dois anos, os meses que antecedem eleições, no Pará, são decisivos para a consolidação das candidaturas. O Círio é um desses eventos que, dificilmente, ficam de fora da agenda de quem tem eleitorado, em Belém. Esse ano, não será diferente. Embora todos os políticos saibam, é preciso ser visto, mas com discrição, já que a grande protagonista da festa é mesmo Nossa Senhora de Nazaré.

A Conexão AMZ apurou a agenda de Círio dos nomes que estão sendo cogitados pela opinião pública ou que têm sido ventilados por partidos e lideranças políticas para ocupar a principal cadeira do Palácio Antônio Lemos, a partir de 01 de janeiro de 2021.

Talvez uma das maiores dúvidas para as eleições do ano que vem seja para quem vai o apoio do Governador Helder Barbalho (MDB) que está com a popularidade em alta. No primeiro escalão do governo, o vice-governador, Lúcio Vale (PL), a secretária de estado de cultura, Úrsula Vidal (ainda sem partido), e o secretário de estado de ciência e tecnologia e educação tecnológica, Carlos Maneschy (MDB), podem estar entre os candidatos de 2020.

Evangélico, Lúcio Vale, não participará de eventos do Círio. Maneschy também optou pela discrição. No sábado, acompanha a passagem da Trasladação na varanda do IEEP, na Avenida Presidente Vargas. E, no domingo, acompanha o Círio com a família.

Já Úrsula, participa da Romaria Fluvial e do Arraial do Pavulagem, no sábado de manhã. À noite, acompanha a Trasladação no palanque das autoridades do Governo do Estado, na Estação das Docas, e, no domingo, acompanhará o trajeto do Círio, em caminhada, com o Governador Helder Barbalho, ao lado de várias autoridades.

Chefe da articulação política em Belém da Campanha que elegeu Helder, no ano passado, o vice-prefeito de Belém, Orlando Reis, também fará coro na caminhada do Governador, este domingo. O MDB de Helder estaria namorando o nome de Orlando, que se desfiliou do PSB. Antes disso, no sábado, a Trasladação de Orlando será na sede da vice-prefeitura, no bairro de Nazaré. O vice-prefeito e o Prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), não se encontrarão neste Círio. Desde que Orlando tomou frente da candidatura de Helder, em Belém, ele e Zenaldo mantém, apenas, relações institucionais.

E por falar no Prefeito de Belém, no domingo, Zenaldo, também fará o trajeto do Círio em caminhada.  Ele acompanha a procissão ao lado da família. Antes disso, no sábado à noite, ele assiste à passagem da Berlinda, na sede da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém, a Codem, onde se encontrará com o Deputado Federal Celso Sabino (PSDB) que tem tido o nome ventilado pelos tucanos para suceder Zenaldo, no Palácio Antônio Lemos.

Sabino terá uma agenda lotada, em Belém, neste final de semana, ao lado de colegas parlamentares que vêm, de Brasília, discutir, em Belém, a Reforma Tributária e passar o Círio. 

Caso o nome de Celso seja confirmado, ele deve enfrentar o colega, Deputado Federal Edmilson Rodrigues (PSOL), que deve ser o candidato do Partido com forte apoio de legendas de esquerda. Edmilson vai acompanhar a passagem da Berlinda, em frente a um edifício comercial que ele possui escritório, na Avenida Nazaré. Como acontece anualmente, Edmilson vai distribuir água aos romeiros.

Já o Presidente da Câmara dos vereadores, Mauro Freitas, autor da lei que instituiu o dia municipal do romeiro às sextas-feiras que antecedem o Círio, tem agenda para os três dias do final de semana. Hoje, sexta, ele foi para a Almirante Barroso distribuir alimentos para os peregrinos que chegam à cidade, à pé, para participar do Círio. No sábado, o vereador distribui água, na Presidente Vargas para os promesseiros da Trasladação e, por fim, no domingo, acompanha a passagem da Berlinda, com Zenaldo, na Codem.

AUTORIDADES FEDERAIS

A jornalista Rita Soares apurou com fontes do Congresso Nacional, que o Círio desse ano vai estar esvaziado de autoridades federais, como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre. Os principais políticos do País estarão, este domingo, na cidade-estado do Vaticano, no palanque do Governo, para acompanhar a canonização de Irmã Dulce, a primeira brasileira a ter seu nome escrito no Livro dos Santos da Igreja Católica.

Conexão AMZ
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!