Eleições 2020: 10 lideranças em que você deve ficar de olho para o pleito do ano que vem

Muito tem se falado em renovação política. Por isso, a Conexão AMZ propôs um desafio a 9 jovens lideranças políticas de Belém: indicar o nome de uma pessoa de coloração partidária distinta, que esteja se destacando e mereça atenção dos eleitores para as eleições do ano que vem. O resultado, você confere na matéria.

Rita Soares e Gabriel Pinheiro | Conexão AMZ

A pouco mais de um ano das eleições municipais de 2020, que vão eleger prefeitos e vereadores em todos os municípios brasileiros, a Conexão AMZ traz o nome de 10 jovens lideranças que estão se destacando no cenário político de Belém. A lista, porém, não deve ser um limitante ao eleitor que tem o direito de livre escolha, num universo de candidatos muito maior que estes 10 que serão elencados e que, sequer, tiveram os nomes validados por seus partidos para o pleito do ano que vem. Tampouco deve ser vista como uma indicação da nossa redação aos eleitores. Ela é resultado de consultas com quem está no dia a dia da militância política em diferentes legendas.   

Apenas um nome, dos 10 apresentados aqui, foi escolhido, aleatoriamente por esta reportagem. E, justamente, para que o leitor não entenda como uma sugestão de voto ou preferência, optamos por não informar quem. A este nome, pedimos a indicação de uma segunda liderança que deveria ser, apenas, de coloração partidária distinta. Para esta segunda liderança e todas as demais, pedimos a indicação de um nome de “oposição”, a fim de termos um espectro diversificado de pessoas, ideias e partidos. Essa lista foi feita do dia 19 ao dia 25 de setembro de 2019 e está organizada em ordem alfabética.

Gustavo Freitas - PODEMOS (Foto / Divulgação)

 

#01 GUSTAVO FREITAS, PODEMOS
Gustavo Freitas Barbosa tem 21 anos e é filiado ao Podemos. Estudante de Relações Internacionais, participou de um curso de formação de lideranças quando foi coordenador da Students For Liberty, uma organização americana que atua no Brasil com o intuito de promover a chamada “liberdade política e econômica”. Ele nunca foi candidato a nenhum cargo político e pretende ter a primeira experiência no ano que vem.

Para chegar ao Legislativo Municipal, Gustavo se dedica à pauta da educação. Em entrevista à Conexão AMZ, ele diz que tem buscado levar debates políticos e ensinamentos econômicos básicos para alunos de escola pública, além de criar eventos visando esse público. “Acredito muito na educação como a única saída se um dia quisermos ser desenvolvidos e precisamos inserir os jovens no debate político para instigá-los a mudar esse cenário em que políticos de carreira aparecem de 4 em 4 anos para facilmente vender falsas promessas, enganando quem apenas quer viver em uma cidade melhor”.

Israel Athayde - Partido Novo (Foto / Divulgação)

#02 ISRAEL ATHAYDE - Partido Novo

Do Partido Novo, vem Israel Athayde de 38 anos. Foi a jovem liderança com mais anos de vida indicado para a lista. Empresário, formado em Química, dono de uma indústria e uma aceleradora de negócios, ele faz parte de movimentos como o School Business e o Renova BR. Nunca foi candidato a nenhum cargo público e diz que em 2020 será a primeira vez.

Na pauta de Israel, estão os jovens empresários e a economia criativa. Em Brasília, ele conversou via Whatsapp com a Conexão AMZ e disse querer tornar Belém uma “fábrica de líderes”. “Essa é a ideia na qual investimos e amadurecemos constantemente. Mobilizar, fortalecer e alavancar a proposta de trabalho junto a iniciativa privada, as entidades e as associações de bem do estado do Pará e região. Inentivando, fortalecendo, fomentando e criando oportunidades aos belenenses para o crescimento empresarial, pessoal e intelectual”, conta.

João Vítor Santos - PSDB (Foto / Divulgação)

#03 JOÃO VÍTOR SANTOS - PSDB

Da base do atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, vem o jovem João Vítor Santos. Aos 22 anos, ele é filiado ao PSDB desde os 16. Nunca foi candidato a nenhum cargo público e também ainda não confirma a candidatura para 2020. Diz que essa poderá ser a primeira vez.

Graduando do curso de administração, ele já presidiu a juventude tucana em Belém por dois mandatos. Hoje, João Vítor se dedica à pauta comunitária. Em entrevista à Conexão AMZ, ele conta que o trabalho se faz ouvindo a comunidade e principalmente os jovens. “Acredito que esse é o viés, propor o diálogo para podermos buscar soluções para os entes que clamam por respostas para construirmos uma cidade melhor a todos”. Para João, não existe um curso exato para a política, “o maior curso que precisamos ter é o de ouvidor das pessoas. Entender o clamor social e buscar soluções para tudo o que o povo busca”, arremata.

Larissa Martins - PT (Foto / Divulgação)

#04 LARISSA MARTINS, PT

Larissa Martins, do Partido dos Trabalhadores, tem 20 anos. O nome dela foi indicado duas vezes, por lideranças de direita, para fazer parte desta lista. Estudante do curso de direito, Larissa jamais foi candidata a um cargo público. Moradora do bairro da Terra Firme, ela conta que tem o olhar atento para a Periferia. “Nós sabemos as marginalizações que enfrentamos, desde o saneamento básico até o transporte público. Mas e se a periferia fosse o centro? E se fosse daqui da Terra Firme que nós pensássemos o mundo?”, questiona.

Nos últimos anos, o PT de Larissa vem sofrendo constantes mudanças com interferências internas e externas. Sobre a conjuntura, ela fez uma avaliação, em entrevista à AMZ. “Não acredito no anti petismo, mas sim, em uma criminalização da classe trabalhadora que, em um dado momento da história, conheceu o conceito de cidadania. O PT é o partido que me representa e que, um dia, mudou a história da minha família graças às políticas públicas efetivas. Sou filha de um sacoleiro e de uma mulher que entrou na universidade graças ao Prouni. Não poderia deixar de estar nas trincheiras de luta com aqueles que visam uma construção coletiva pro nosso país”, diz.

Neto D’Ippolito - Sem partido (Foto / Divulgação)

#05 NETO D´IPPOLITO, sem partido.
Aos 24 anos e ainda sem partido definido, depois de deixar o Partido Novo, Neto D’Ippolito nunca foi candidato a um cargo público. Universitário do curso de Geografia, na Federal do Pará, ele também faz parte do RenovaBR e da Students For Liberty. Morador da Cidade Nova, em Ananindeua, ele decidiu entrar para a política ainda na adolescência quando percebeu que seus vizinhos não tinham as mesmas oportunidades que ele. “Desde muito novo, eu tive esse espírito de liderança, de querer ajudar, de querer transformar e meus amigos sempre falavam que eu tinha que entrar para a política e eu sempre gostei.”, conta.

Em entrevista à AMZ, Neto contou que se dedica, principalmente, a conscientizar jovens sobre a política e participação deles na mudança da sociedade. “Também desenvolvo um trabalho voltado para uma maior eficiência da máquina pública, com menos burocracia e mais facilidades para o cidadão. Faço isso porque acredito que uma maior eficiência na gestão pública trará melhoria em todas as demais áreas, como educação, saúde, empreendedorismo”, explica.

Pamela Massoud - PTC (Foto / Divulgação)

#06 PAMELA MASSOUD, PTC
Do Partido Trabalhista Cristão, o PTC, vem Pamela da Costa Massoud. Ela tem 32 anos e foi candidata à vereadora nas eleições de 2016, quando obteve 2.175 votos. Suplente dos vereadores Lulu das Comunidades e Professor Elias, Pamela é uma das paraenses que participa do movimento RenovaBR. Assessora administrativa do Tribunal de Contas do Estado, na área de planejamento estratégico, ela disputa a última fase do Raps, uma escola de liderança política.

Em entrevista à AMZ, ela conta que há 9 anos trabalha com atendimento social, desenvolvimento do terceiro setor e fomento ao empreendedorismo social. “Atuo em defesa de políticas públicas para mulheres, para pessoas com deficiência, tenho um sobrinho com síndrome de down”, conta. “Em defesa da sustentabilidade, tenho um projeto de coleta seletiva que tem parceria com 8 cooperativas de resíduos sólidos que atua em cerca de 20 bairros de Belém. Trabalho com empoderamento de segmentos através de políticas sociais”, finaliza.

Rafael Garganta - PSOL (Foto / Divulgação)

#07 RAFAEL GARGANTA, PSOL
Rafael Garganta tem 33 anos e faz parte do Partido Socialismo e Liberdade, o PSOL. Graduado em Letras, é gerente de um estabelecimento de alimentos orgânicos populares. Jamais foi candidato a um cargo público. Embora não tenha feito, ainda, um curso específico para a área de política, Garganta conta que planeja fazer uma especialização ou mestrado na área de ciências políticas ou sociais.

Rafael, hoje, se dedica à pauta cultural. “Atuo nas áreas de cultura, arte, educação e juventude, por ser as áreas onde mais tenho construção social, indo do rock autoral aos movimentos populares culturais”, disse em entrevista à Conexão AMZ.

Richard Caleffa - sem partido (Foto / Divulgação)

#08 RICHARD CALLEFA, sem partido. 
Ainda sem partido, mas prestes a se filiar ao Partido Comunista do Brasil, o PCdoB, Richard Callefa tem 24 anos. Nunca foi candidato a um cargo público. Estudante do curso de Serviço Social, na UNAMA, ele é o coordenador geral do Diretório Central dos Estudantes da universidade. Quando eleito para o cargo, Caleffa foi alvo do que considera “perseguição” por parte do Deputado Federal Eder Mauro (PSD), que fez um post, à época, em suas redes sociais, em que questiona os pais dos alunos da Unama sobre a eleição de Richard que, mais tarde, abriu um processo na Procuradoria Geral da República contra o deputado. Ativista em defesa dos Direitos Humanos e militante LGBTI, Caleffa também se dedica às pautas da educação e da cultura popular.

“Entrar para a política nunca foi uma opção, todavia, uma obrigação cívica pra quem faz parte de uma população (LGBTI) que, historicamente, sempre teve o direito mais básico do ser humano negado: o direito à vida”, conta. Ainda aos 17 anos, entrou para o Grupo Homossexual do Pará e tornou-se o mais jovem do país a coordenar o Movimento LGBTI do Pará.

Viviane Reis - PSOL (Foto / Divulgação)

#09 VIVIANE REIS, PSOL

Ser a segunda candidata mais votada pelo Psol do Pará para o cargo de deputada federal, em 2018, não garantiu à Viviane Reis uma cadeira na Câmara dos Deputados. Nas eleições do ano passado, na primeira vez em que foi candidata a um cargo público, ela recebeu 22.297 votos. Fisioterapeuta formada pela Universidade do Estado do Pará, ela integra o movimento nacional de Juventude Juntos, o coletivo feminista Juntas e a Rede de Emancipação Popular.

Vivi, como é conhecida por seus eleitores e seguidores, tem atenção para as pautas voltadas às mulheres, negros, LGBTs, saúde e juventude. “Como mulher negra, bissexual, trabalhadora da saúde e filha de uma empregada doméstica e de um autônomo, desde muito cedo senti a necessidade de atuar no combate às desigualdades sociais e opressões”, conta. “A primeira experiência de intervenção social através da participação foi em atividades da Igreja do meu bairro, na Escola Salesiana do Trabalho”.

Yan Miranda - DEM (Foto / Divulgação)

#10 YAN MIRANDA, DEM

Yan Miranda é filiado ao DEM. Aos 29 anos, o sobrinho do Ex-Presidente da Assembleia Legislativa do Pará, Márcio Miranda, já foi candidato duas vezes à uma cadeira na Câmara Municipal de Belém, na primeira vez pelo PHS e, na segunda, pelo Democratas, quando alcançou a marca de 4.103 votos. Administrador Regional de Outeiro, Miranda, hoje, faz parte do primeiro escalão da equipe do Prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho.

Yan se dedica às pautas sociais, saúde e à causa animal. “Por andar muito em Belém e conhecer as adversidades e dificuldades da nossa cidade, vejo que são áreas que necessitavam da minha contribuição. Também me sinto bastante realizado por poder contribuir com a nossa sociedade mais carente”, disse em entrevista à AMZ.

Conexão AMZ
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!